Pode parecer improvável, mas aquele cereal delicioso que você come toda manhã para encarar o longo dia que vem pela frente saiu de uma arma. Mas não de qualquer arma, e sim de uma especial, uma arma de inchar.

Na verdade está mais para um canhão de inchar, e a existência dele foi um marco na tecnologia de alimentos, permitindo que alimentos ricos em amigos fossem aquecidos e pressurizados até um ponto onde eles explodem. Um pouco como a pipoca, que deu origem ao arroz inchado e o milho que vai para a sua tigela.

Atualmente o canhão de inchar foi substituído por processos industriais mais sofisticados, – mas Dave Arnold, fundador do Museu de Comidas e Bebidas de Nova York, criou uma réplica a partir de patentes antigas. Veja a ação em câmera lenta no vídeo no começo do post – é bem legal. [MOFAD.org via PopSci via Verge]