Pesquisadores da Universidade Chulalongkorn, na Tailândia, desenvolveram uma microagulha que se dissolve no corpo, evitando que o paciente sinta dor após a picada e permitindo ainda a autoaplicação. A ferramenta promete ser útil para pessoas que utilizam injeções com frequência, como os diabéticos

A microagulha solúvel não é algo inédito. Ela existe faz algum tempo, mas os adesivos convencionais precisam ser deixados no corpo de 2 a 6 horas, o que acaba afastando alguns usuários. 

A tecnologia aplicada no novo produto permite que ele seja destacado da pele quase que instantaneamente. O procedimento é tão simples quanto fazer uma tatuagem de chiclete: basta colocar o adesivo com as agulhas e pressioná-lo com os dedos. Depois, deve-se passar por cima do dispositivo um tipo de lenço umedecido, que dissolve as microagulhas na pele. Então, é só esperar dois minutinhos e o paciente já pode retirar os produtos. 

Como funciona microagulha solúvel
Passo a passo para utilização das microagulhas solúveis. Imagem: Universidade Chulalongkorn/Reprodução

A agulha utilizada tem tamanho inferior a um milímetro. De acordo com os cientistas, a sensação causada pelo adesivo é similar àquela sentida quando a pessoa encosta na parte do velcro que pinica.

A microagulha solúvel pode ser utilizada para substituir injeções subcutâneas, o que evitaria o surgimento de cicatrizes em pacientes que as utilizam de forma regular. Diabéticos e pessoas que usam medicamentos para acne, enxaqueca ou contracepção seriam beneficiados nessa história. 

Os medicamentos líquidos também são solidificados para serem usados nas microagulhas, o que pode aumentar a vida útil em até 2 anos. Além disso, o uso do produto reduz a quantidade de lixo hospitalar, que pode representar riscos a outras pessoas e ao próprio meio ambiente.