A China quer enviar o primeiro ser humano para Marte em 2033, de acordo com uma nova apresentação feita por Wang Xiaojun, chefe da Academia Chinesa de Tecnologia de Veículos de Lançamento, maior fabricante de foguetes chineses. Wang, fez o anúncio sobre os planos ambiciosos da China para Marte durante uma palestra recente na Conferência de Exploração Espacial Global (GLEX 2021) –  apresentação feita por vídeo, de acordo com o Global Times. Apesar disso, nada está garantido quando você planeja algo para daqui 10 anos. 

A China, que pousou com sucesso um rover em Marte, planeja enviar robôs, ou “androides” como a reportagem os chama, antes que qualquer ser humano seja enviado ao planeta vermelho. Mas parece que muitos detalhes ainda estão sendo resolvidos, como você pode imaginar. O foguete de energia nuclear é considerado a opção principal para as missões de exploração tripuladas a Marte, de acordo com o chefe da academia.

Além disso, um sistema “Sky Ladder”, de acordo com Wang, está em estudo, como ponto de partida para tal viagem espacial, em uma tentativa de reduzir a escala das missões de sonda e transporte de Marte. A academia, contudo, não deu detalhes sobre o sistema Sky Ladder.

Empresas privadas nos Estados Unidos mencionaram planos de colocar um ser humano em Marte, mas ninguém ainda apresentou um plano sério para realmente fazer isso acontecer. O bilionário Elon Musk disse de forma infame que gostaria de morrer em Marte, mas sua intenção parece ser morrer de velhice no planeta. Ainda assim, se os programas espaciais originais dos anos 1950 e 60 dos Estados Unidos e da União Soviética fossem parâmetro para isso, muitas pessoas morreriam antes que os humanos de qualquer nação se vejam em Marte. Não dá para imaginar que Musk estaria entre os mortos.

A Reuters observou que a China enviou três astronautas – hángtiānyuán, literalmente navegadores do céu, como são conhecidos na China – para a estação espacial inacabada do país, tripulada desde 2016.

Assine a newsletter do Gizmodo

Mas aí vem a dúvida:será que a China pode realmente se tornar o primeiro país a colocar um ser humano em Marte? Isso vai depender, muito provavelmente, de como a economia do país se sairá durante a década de 2020. Os programas espaciais exigem muito dinheiro e não há muitos motivos para ir a Marte fora o orgulho nacional. Essa é precisamente a razão pela qual você ainda não viu uma base lunar. Honestamente, você não precisa disso para atingir o objetivo principal do programa de foguetes espaciais de todos os principais países: provar que você tem uma base de míssil balístico intercontinental (ICBM sigla em inglês) em qualquer lugar da Terra.

A primeira Guerra Fria levou os humanos à Lua. Mas a ‘Nova Guerra Fria’ pode muito bem nos levar a Marte.