Na última sexta-feira (11), a Administração Espacial Nacional da China (CNSA) divulgou fotografias do rover Zhurong, que começou a circular em Marte no dia 15 de maio deste ano. Entre as imagens do planeta vermelho, destaca-se uma selfie do próprio robô.

Plataforma de pouso registrada pelo rover

Zhurong também registrou a plataforma de pouso, mostrando a rampa que o rover desceu e a bandeira chinesa destacada. Há, ainda, uma visão panorâmica do solo marciano que evidencia áreas afetadas pelo pouso. Outra foto marcante mostra as rochas do local e dunas alaranjadas ao fundo. Já para fazer a icônica selfie, o robô andou 10 metros ao sul da plataforma de pouso, colocou a câmera no chão e, em seguida, posou ao lado da plataforma de aterrissagem.

Registro da superfície marciana

Em comunicado, a instituição afirma que “as imagens mostram que o terreno próximo ao local de pouso é plano e o horizonte marciano pode ser visto à distância. A abundância e o tamanho das rochas são consistentes com as expectativas, indicando que a seleção autônoma do local de pouso e a implementação do rover para evitar obstáculos foram eficazes”.

Superfície alaranjada de Marte com rochas e dunas ao fundo

Assine a newsletter do Gizmodo

A missão do rover durará três meses, enquanto ele procura por sinais ou evidências de vida em Marte. As imagens que ele registra são transmitidas da câmera ao rover por meio de sinais sem fio e, em seguida, retransmitidas de volta ao solo através de um orbitador.