Usuários do Chrome OS estão relatando um bug na última versão estável do sistema operacional. Alguma coisa na iteração mais recente está fazendo com que o uso de CPU suba repetidamente para 50% a 100% da capacidade em alguns computadores. O curioso é que alguns desenvolvedores acreditam que o erro aconteça ao checar o uso da CPU no gerenciador de tarefas.

O problema parece afetar apenas os usuários da versão estável v72 ou das atualizações mais recentes do beta e da versão para desenvolvedores. De acordo com uma série de reclamações no blog oficial do Chromium, assim como diversos posts no Reddit, descobriu-se que o Chrome OS consome toda a capacidade de CPU em alguns dispositivos, como o Pixelbook e o Pixel Slate, causando baixo desempenho, superaquecimento e autonomia de bateria reduzida.

Captura de tela: Reddit

O Google não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários do Gizmodo, mas desenvolvedores do Chromium reconheceram o problema em um relatório de bugs. Algumas pessoas especulam que a questão tenha surgido na inclusão do Android Pie. Mas o consenso que vem crescendo na comunidade é que o problema desaparece quando o gerenciador de tarefas é fechado.

Um usuário relatou que o uso de CPU volta ao normal ao rodar o Chrome no modo visitante, que não suporta o Android – indicando que pode haver uma série de problemas relacionados. Um desenvolvedor do Chromium fez um pedido de feedback geral dos usuários e depois disse que eles tinham a confiança de que “o problema do Gerenciador de Tarefas era o principal neste caso”.

O problema pode ser bem chato para alguns usuários, mas a ideia de que um bug só acontece enquanto está sendo observado na prática o torna bem especial. Dá para dizer que uma correção deve chegar em breve, porém, se você não atualizou o seu Chrome OS, sugiro esperar até que isso tudo se resolva.

[Chromium, Chrome Unboxed, Android Police]