Os dragões de Game of Thrones sabem cuspir fogo, mas esse não é o tipo de coisa que meros humanos devem tentar fazer – a não ser que você seja Thom Britton, que se autointitula um palhaço da ciência comedor de fogo no Freak Show and Tell. Ele explica a ciência por trás de comer fogo neste vídeo de uma demonstração realizada no festival International Science and Engineering.

>>> Misturar água e óleo em chamas cria uma explosão em nuvem de cogumelo

Como destaca o Mental Floss, ele coloca uma tocha de fogo dentro da boca e o cospe para fora – não é pouca coisa. Entender a física envolvida no processo é fundamental – fogo e ar quente viajam para cima – assim como saber que é melhor inalar enquanto se está comendo fogo. Além disso, é fundamental muita prática para desenvolver as habilidades e precisão necessárias, obviamente com a ajuda de alguns truquezinhos.

Britton toma bastante cuidado, como ele diz em seu FAQ:

Minha roupa é tratada com um spray à prova de fogo. É um terno masculino de três peças. Nada de penas, babados ou franjas. O chão é coberto com um pano especial que é retardador de chamas (veja aqui a prova), e se eu trouxer algo para o plano de fundo, ele será feito com os mesmos materiais. Há um extintor de incêndio no palco, facilmente visto por todos, e mais uma ou duas pessoas nos bastidores com cobertores anti-fogo.

E sim, ele tem seguro para isso.

Se você quiser tentar fazer isso em casa, Penn Jillette (da dupla Penn & Teller) tem algumas dicas – além de ser bem direto em relação aos riscos envolvidos. “Você não deveria fazer isso. É perigoso e mesmo que faça tudo certo, você vai acabar se machucando.”

[Laughing Squid]

Foto: Serena Valenti, via Thom Britton/Freak Show and Tell