O McDonald’s informou na última terça-feira (19) que dados pessoais de alguns clientes da rede no Brasil tiveram “acesso não autorizado”.

Segundo a gigante do fast-food, o vazamento aconteceu após um “incidente” com um de seus prestadores de serviço. Não foi informado o número de consumidores afetados.

Em comunicado, o McDonald’s revelou que nenhum “dado sensível” foi acessado.

“A Arcos Dourados, empresa que opera os restaurantes McDonald’s na América Latina e Caribe, esclarece que um dos nossos prestadores de serviços sofreu um incidente, que permitiu o acesso não autorizado a dados pessoais não sensíveis de alguns clientes da rede no Brasil”, esclareceu a empresa.

De acordo com o G1, após o incidente a companhia de restaurantes entrou em contato com os clientes que teriam tido os dados expostos.

“Ao tomarmos conhecimento do ocorrido, adotamos as medidas cabíveis, bem como comunicamos a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANDP) e os clientes possivelmente impactados”, informou.

Após o incidente, a empresa aconselhou que seus clientes fiquem atentos com tentativas de golpes, e pede para que não abram mensagens ou e-mails suspeitos, supostamente enviados pelo McDonald’s.

Além disso, também disponibilizou dois e-mails para esclarecer dúvidas sobre o vazamento de dados. São eles o sac@sacmcdonalds.com.br e o privacidade.lgpd@br.mcd.com, este último em referência à Lei de Proteção de Dados (LGPD).