Mães. Elas insistem para que a gente coma bem, mas nunca nos elogiam por isso. Nunca nos dão achievements e medalhas e reconhecimento. Nunca nos dão pontos! A proposta do Foodzy é cobrir esse buraco materno na minha criação.

Brincadeiras à parte, o serviço Foodzy, que vem na forma de um site com apps complementares para Android e iOS, é mais um dos serviços que têm recentemente explorado a teoria da “gamificação”, que consiste em usar elementos de videogame (pontuação, achievements, competição entre amigos etc) para aumentar a nossa motivação para realizar tarefas do dia-a-dia que não são lá tão divertidas por si mesmas.

No Foodzy, a ideia é cadastrar todos os alimentos que você consumir durante o dia. Isso pode ser feito pelo site ou, de modo mais prático, pelo app para Android ou iOS. Apenas fazendo isso, o site pode começar a te dar dicas de como comer melhor, oferecer comparativos entre a sua alimentação e a de outros usuários (ou amigos) e te dar medalhas temáticas de acordo com os seus hábitos alimentares.

Tim Ferris, autor do famoso e controverso livro The 4-Hour Body, que dá diversas dicas inusitadas para “hackear o corpo”, fala, em um capítulo sobre perda de peso, que uma das melhores coisas que você pode fazer é manter um diário alimentar, cadastrando tudo que você come. Segundo ele, mesmo sem esta camada de videogame que o Foodzy se propõe a trazer, o simples fato de você pensar no que está prestes a comer, ao lembrar de catalogar aquilo, é suficiente para eliminar muitos dos lanchinhos por impulso ou ansiedade que são um dos grandes agentes de ganho de peso. Mesmo que você não coma menos, ou melhor, você pelo menos está se tornando consciente do que come.

Se você se interessou, o Foodzy tem uma versão gratuita, que grava apenas os últimos 30 dias dos seus hábitos alimentares e tem uma seleção limitada de medalhas para ganhar, e uma versão Pro, que custa 15 dólares por ano e libera tudo. O aplicativo para celular só funciona nesta versão Pro. [Foodzy via TechCrunch]