As enchentes na Tailândia tornaram discos rígidos bem mais caros no final do ano passado. Isso não foi problema para a maioria de nós, mas para uma pequena empresa de armazenamento na nuvem, significou estar à beira da falência. Permanecer viva demandou muita criatividade. E também precisou de uma ajuda da Costco, uma rede de lojas varejistas da costa oeste dos EUA.

Um ano atrás, os HDs internos de 3 TB que a Blackblaze usava, empresa que vende espaço ilimitado na nuvem por US$ 5/mês, dispararam de US$ 130 para US$ 360. E embora o custo humano das enchentes tenha sido incalculável, a empresa precisava de algo para não se afogar.



Os caras da Blackblaze voltaram sua atenção para HDs externos baratos. Basicamente, a solução era comprar esses drives, abri-los e espetar suas entranhas nos “pods” de 135 TB que a empresa usa — como abrir uma ostra. A Best Buy e a Costco tinham as melhores ofertas, de modo que os funcionários começaram a ir e comprar cerca de 50 HDs externos de 3 TB por vez. Foi aqui que as coisas complicaram:

“As placas de ‘dois drives por pessoa’ começaram a aparecer nas lojas na metade de novembro. A princípio não acreditamos nelas, mas rapidamente vimos que não era bem assim. Às vezes conseguíamos levar mais, mas ouvimos bastante ‘dois é o limite’. Começamos a fazer uma ‘matemática dos drives’: 2 drives por dia em cada loja, vezes 3 lojas por dia, vezes 5 ‘farmers’, vezes 7 dias por semana dá 210 drives. Isso seria suficiente, mas na prática acabou não funcionando muito bem. As lojas ficavam sem HDs regularmente e não podíamos fazer a colheita todo dia, mas mesmo assim mantivemos o plano. Numa tarde de quarta-feira, depois de trabalhar o dia todo na Blackblaze, Yev circulou toda a Baía de San Francisco parando em todas as lojas da Costco e Best Buy — 10 lojas, 46 HDs externos e 341 km rodados em seu Nissan.”

341 km atrás de HDs externos.

Naturalmente, com as festas de fim de ano se aproximando, Best Buy e Costco não podiam deixar alguns malucos continuarem comprando todo o estoque de HDs de suas lojas e, por isso, elas começaram a bani-los da compra de discos rígidos. Então o pessoal da Blackblaze começou a pedir a amigos e familiares que os ajudassem a comprar os discos, além de outras ideias malucas como dirigir um caminhão alugado pelo país comprando milhares de drives em estabelecimentos que não tivessem limite de compras.

Por fim, a escassez de discos diminuiu e, com isso, eles compraram dois mil novos HDs para manter a empresa funcionando com folga. Durante a época de vacas magras o preço do serviço não subiu. Trata-se de uma história recheada de engenhosidade — a menos que você estivesse tentando comprar um disco externo de 3 TB no final do ano passado. Nesse caso, trata-se de uma história de como uns malditos arruinaram o seu Natal. [Blackblaze via GigaOm]