Quase todo mundo se sente confortável para perguntar a assistentes digitais sobre o clima, o trânsito a caminho do trabalho ou quantos anos se passaram desde que seu time favorito ganhou alguma coisa pela última vez. Mas o que está acontecendo com todos os nossos comandos e consultas por voz? E quantos seres humanos os ouvem? Veja como ver o que está registrado e apagar as gravações.

Google Assistente

Captura de tela: Gizmodo



O Google Assistente é talvez o mais onipresente dos assistentes digitais desta lista. Ele está em todos os tipos de telefones, computadores e outros dispositivos, além de possuir o conjunto mais abrangente de ferramentas para atender seus comandos.

Faça login na sua conta do Google na web, clique em Dados e personalização e vá para Gerenciar seus Controles de atividade. Na página seguinte, desmarque a opção Incluir gravações de voz e áudio, se você não quiser que o Google mantenha o que você diz ao Google Assistente em qualquer dispositivo.

Para continuar, clique em Gerenciar histórico em Atividade na Web e de aplicativos. No topo, há uma opção relativamente nova que diz ao Google para limpar automaticamente suas atividades na Web e de aplicativos em intervalos determinados. Isso se aplica a todos os apps, dispositivos e a tudo, desde seu histórico de navegação até seus comandos de voz.

Clique em Selecionar para excluir automaticamente e escolha três meses ou 18 meses para o intervalo da limpeza automática. Essa opção de três meses é uma boa maneira de manter o Google com pouco acesso, enquanto ainda permite algum nível de personalização e segmentação de anúncios.

Para focar especificamente em seus comandos de voz, clique em Filtrar por data e produto, escolha Voz e áudio e clique em Aplicar. Todos os clipes de áudio existentes são listados cronologicamente e você pode até clicar nas entradas para ouvir os clipes reais, se desejar. Clique no ícone da lixeira ao lado de qualquer entrada para excluí-la dos servidores do Google.

Não há opção para escolher se os trechos do Google Assistente são ou não ouvidos por humanos para melhorar a precisão, embora agora o Google esteja perguntando aos usuários se desejam optar por este programa quando o Assistente for configurado pela primeira vez. Por enquanto, pelo menos, não parece haver uma maneira de ativar ou desativar isso manualmente após o processo de configuração.

Amazon Alexa

Captura de tela: Gizmodo

No momento, a Alexa não permite pesquisas e consultas em telefones, embora exista um aplicativo oficial da Alexa. Portanto, a maioria das suas interações de voz com a assistente será através de algum tipo de alto-falante inteligente. As gravações de voz podem ser facilmente gerenciadas e excluídas, se necessário.

Para encontrar seu histórico de gravação, entre na sua conta na Amazon, clique em Contas e listas e Gerencie seu conteúdo e dispositivos. Abra Privacidade da Alexa, Revisar o Histórico de Voz e você poderá ver todas as suas gravações. Clique em qualquer entrada para ouvi-la ou excluí-la dos servidores da Amazon. A opção de excluir tudo o que você já disse está no topo da lista.

Ative a opção Ativar exclusão por voz na parte superior e você pode excluir gravações com um comando de voz para seus alto-falantes inteligentes — “Alexa, delete tudo o que eu disse hoje”, por exemplo. Enquanto isso, para impedir que qualquer uma das suas gravações de voz seja revisada por humanos, escolha Gerenciar seus dados Alexa e desmarque a opção Usar gravações de voz para melhorar os serviços da Amazon e para desenvolver novos recursos.

Apple Siri

Captura de tela: Gizmodo

A Siri está na maior parte do hardware fabricado pela Apple atualmente, mas a Apple ainda está atrás do Google e da Alexa em termos de acesso a gravações passadas. Isso acontece, em parte, porque ela processa o máximo possível de dados nos próprios dispositivos, com apenas um mínimo de dados enviados de volta aos servidores da Apple.

Depois de encerrar temporariamente o processo de revisão humana para gravações selecionadas da Siri, ele agora está de volta e funcionando, embora uma equipe da própria Apple tenha ocupado o lugar de terceirizados e freelancers. Para gerenciar como suas gravações são usadas, abra o Ajustes no iOS ou iPadOS, vá para Privacidade, Analítica e aprimoramentos e desative a opção Melhorar Siri e Ditado. Você encontrará uma opção semelhante na seção Segurança e privacidade das Preferências do sistema no macOS.

Para excluir gravações do iOS e iPadOS, abra Ajustes e escolha Siri e pesquisa, Histórico de Siri e ditado e Excluir histórico de Siri e ditado. No macOS, você pode encontrar a mesma opção na tela Siri das Preferências do sistema.

Microsoft Cortana

Captura de tela: Gizmodo

A Cortana não se tornou uma verdadeira concorrente no mercado de assistentes digitais como imaginávamos que ela seria. Mesmo assim, ela ainda está no Windows, e coletará gravações da sua voz (e ocasionalmente colocará humanos para revisá-las), a menos que você desative.

Se você acessar sua conta da Microsoft na Web e clicar em Histórico de atividade, em Privacidade, poderá ver suas gravações de voz (e ouvi-las, se desejar) clicando em Voz. Para remover entradas individuais da lista, basta clicar em um dos botões Limpar; para limpar todos eles dos servidores da Microsoft, clique em Limpar atividade.

Por enquanto, pelo menos, a Microsoft não permite que você impeça que seus clipes de voz sejam ouvidos por um revisor humano. Para usar a Cortana, você concorda com isso. Mesmo assim, como ocorre na Alexa, no Google Assistente e na Siri, nós estamos falando apenas de uma porcentagem muito pequena de clipes e de um número muito baixo de usuários.