Há um ano, uma equipe de pesquisadores viajou para dentro da floresta tropical hondurenha em busca de Ciudad Blanca, a lendária cidade perdida dos tesouros. Ontem, eles revelaram imagens – descobertas por lasers – de estruturas que eles acreditam fazer parte da Cidade Branca em si.

A lenda da Cidade Branca faz parte das imaginações de exploradoras há séculos; Hernán Cortés detalhou seu interesse na suposta metrópole carregada de ouro em 1526. Mas a região de Mosquitia, onde dizem existir a cidade, é cercada por uma floresta tropical, e conquistadores jamais penetraram profundamente para ir atrás do prêmio.

Arqueólogos modernos também se frustraram. Mosquitia já foi o foco de diversas explorações intensivas apenas no último século, e algumas delas até acharam sinais de algumas ruínas e montes. Nenhuma, no entanto, mesmo com todos os esforços, encontraram nada perto de uma cidade completa.

Mas a equipe de pesquisadores da Universidade de Houston tinha algo que nenhuma das outras expedições tinha: lasers.

O grande laser

O National Center for Airborne Laser Mapping usa lasers avançados para ver coisas que os olhos humanos não conseguem ver. Especificamente neste caso, a equipe – conduzida por um cineasta de Los Angeles – usou o sistema Lidar para penetrar as folhagens de Mosquitia e descobrir os tesouros que estão lá dentro.

Lidar em si não é particularmente novo. Desenvolvido na década de 1960, foi originalmente usado para medir a densidade das nuvens, mas se tornou bem útil recentemente para tudo desde mapear a floresta amazônica a caçar piratas modernos. Nesta implementação, o sistema solta pulsos lasers e mede como eles refletem na vegetação e solo, para mapear a superfície escondida atrás do dossel da floresta.

ku-xlarge (8)

Ao arrancar as camadas das reflexões, os pesquisadores conseguiram remover detalhes do dossel florestal e revelar o solo por trás dele, mostrado à direita na imagem acima. Ontem, os pesquisadores mostraram essas imagens pela primeira vez durante um encontro do American Geophysical Union em Cancun.

As cidades brancas?

Depois de outros passarem séculos para descobrir uma única cidade de ouro, a exploração da NCALM fez uma descoberta surpreendente: não apenas uma cidade, mas duas.

É difícil para os olhos não-treinados verem, mas as imagens de Lidar revelaram montes regularmente espaçados – e outros recursos lineares – que possivelmente são de dois centros de cidades distintas. Qualquer um deles poderia ser da lendária Ciudad Blanca.

Nós devemos saber mais sobre isso em breve. A equipe agora está estudando os dados coletados para descobrir qual das seções contém os recursos mais promissores. Assim que descobrirem, vão enviar arqueólogos para investigar mais.

O que eles encontrarão? Talvez apenas escombros. Talvez ouro. Talvez milhares de inexplicáveis esferas douradas. As possibilidades são infinitas quando você descobre que uma lenda é real. [Nature]