A seção de higiene bucal dos mercados, assim como a minha vida, é repleta de promessas que parecem boas demais para ser verdade. Uma dessas falsas promessas, sugere um estudo publicado na Scientific Reports, é que o creme dental pode impedir a corrosão dos nossos dentes.

• Seu dente está ajudando cientistas a criar materiais super resistentes para construir aviões
• Ir ao dentista na pré-história provavelmente era um pesadelo

Pesquisadores brasileiros e suíços trabalharam juntos para testar marcas de creme dental. As pastas, todas facilmente encontradas no Brasil e na Europa, incluíam marcas regionais, como a Elmex, além de algumas vendidas internacionalmente, como a Sensodyne. Por cinco dias, uma vez por dia, eles mergulhavam amostras do esmalte retirado diretamente de dentes humanos em ácido cítrico, em creme dental e em saliva artificial para depois escová-lo com escovas de dente. Em seguida, a amostra de esmalte era enxaguada, seca e então era medido quando do esmalte foi corroído da superfície.

Apenas o ato de escovar os dentes com creme dental causa a corrosão do esmalte, mesmo que o ato previna o acúmulo de bactéria formadora de placa. A corrosão pode eventualmente causar a exposição do tecido ósseo sob o esmalte, conhecido como dentina, ao ar, causando hipersensibilidade e gerando oportunidades para as cáries. Alguns cremes são vendidos com ingredientes ou compostos especiais que prometem diminuir o dano ou reparar dentes sensíveis.

Mas de acordo com os experimentos, as pastas que prometiam ações anticorrosivas ou diminuição da sensibilidade falharam em prevenir corrosões de maneira significantemente melhor que cremes dentais mais simples (Colgate Proteção Anticáries) usados pelos pesquisadores. Todas as marcas continham flúor.

“O teste mostrou que alguns [cremes] causaram menos perda de superfície que outros, mas todos eles eram parecidos com o creme de controle para este critério, disse a autora sênior Ana Cecília Corrêa Aranha, uma pesquisadora de odontologia da Escola de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP), em um comunicado.

O estudo não é o primeiro a eliminar a ideia que pastas de dentes com ações anticorrosivas não são nada melhores em comparação aos cremes genéricos. Mas a equipe de Aranha encontrou alguns fatores que podem promover uma melhor proteção às ações corrosivas.

Cremes que continham o elemento estanho, possuíam maiores concentrações de cálcio e fósforo, ou possuíam apenas pequenas partículas, foram associados a uma menor perda de superfície. Flúor, apesar de conter inúmeros outros benefícios para nossos dentes, como prevenir cáries e decomposição dos dentes, não apresentou muitas influencias na corrosão do esmalte, contrario a o que pesquisas anteriores sugeriam.

Por fim, os pesquisadores acreditam que as descobertas afirmam que não existe um único passo que seja possível tomar para manter nossos dentes saudáveis e prevenidos de bactérias ou perda do esmalte.

“Corrosão dentária é multifuncional. Ela é relacionada ao ato de escovar, e além de tudo, com a dieta”, diz Aranha, se referindo a pesquisas que mostram como alimentos ácidos, como refrigerantes, podem acelerar a corrosão, especialmente quando isso é combinado com uma escovação agressiva. “Comidas e bebidas estão cada vez mais ácidas como resultado do processo industrial”.

Mas nem tudo está perdido, no entanto, caso você esteja buscando por uma pasta que apresente significantes resultados contra a corrosão. Em um comunicado ao Gizmodo, a American Dental Association afirma ter premiado seu primeiro selo de aprovação para um produto com ações anticorrosivas em novembro do ano passado para a “Pro-Health Advanced, Deep Clean Mint” da marca Crest – este creme, no entanto, não foi uma das marcas utilizadas no estudo de Aranha.

“Para ganhar o Selo de Aprovação da ADA nessa categoria, segurança e efetividade devem ser demonstradas por dois estudos clínicos independentes que comprovam a habilidade do produto em prevenir ou reduzir a perca de esmalte por dietas ácidas”, afirma a organização.

“A ADA apoia pesquisas adicionas em corrosão dental. Pacientes devem conversar com seus dentistas sobre os produtos que melhor funcionarão para suas necessidades específicas, adiciona.

A pesquisa pretende estudar a seguir como melhor proteger os dentes contra ações corrosivas em testes humanos. Enquanto isso, escove os seus dentes gentilmente, e utilize uma escova com cerdas macias.

Imagem de topo: Scott Ehardt/Wikimedia Commons

[Scientific Reports]