Estabelecer contato com alienígenas não é um sonho recente. Pesquisadores trabalham nessa possibilidade desde a década de 1970, mas até agora os humanos não tiveram nenhum retorno. 

Desistir não é uma opção. Agora, uma equipe formada por 11 pesquisadores, incluindo cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, está propondo uma nova mensagem codificada a ser lançada ao cosmos. 

O projeto Beacon in the Galaxy (BITG), traduzido para “farol na galáxia”, pretende adicionar no recado explicações visuais de álgebra e outras operações matemáticas, um mapa da terra, uma ilustração do sistema solar, representações do DNA e até mesmo duas figuras humanas do sexo feminino e masculino sem roupas. 

A proposta está disponível no repositório de artigos científicos Arxiv. No relatório, os pesquisadores sugerem o uso do Fast Observable Field, o maior radiotelescópio do mundo, localizado em Guizhou, na China, para enviar a mensagem.

Em outras ocasiões, os cientistas se concentraram em mandar para o espaço itens que remetessem à cultura terrestre. É o caso das sondas Voyager, que levaram obras de Bach, Beethoven, Mozart, entre outros artistas ao espaço em 1977, e também da Missão Lucy, que se concentrou no envio de letras dos Beatles em 2021. 

Os cientistas solicitam ainda uma resposta dos alienígenas, que poderia ser feita através de um radiotelescópio próprio. Ainda não há data para a sugestão sair do papel – muito menos uma previsão de retorno.