A CES é geralmente uma de duas coisas: empresas exibindo aparelhos de consumo que estarão à venda no final do ano ou aparelhos distantes que tentarão moldar como as coisas serão feitas no futuro. E com o seu Concept UFO, Concept Ori e Concept Duet, parece que a Dell tem grandes ideias para o futuro.

Concept UFO

À primeira vista, o Project UFO parece um grande Nintendo Switch branco, completo com dois controles removíveis, um suporte dobrável e uma porta para conectar a uma tela. Mas por dentro, é um PC completo, incluindo suporte para uma CPU x86 ainda não definida, uma interface de usuário de desktop tradicional e um desempenho potencialmente muito melhor – sem mencionar uma tela muito maior e iluminação RGB bacana.

Concept UFO, da Dell, é uma espécie de clone do Nintendo Switch com WindowsFoto: Sam Rutherford/Gizmodo

Mas o verdadeiro recurso matador do UFO é que, por trás do launcher de jogos personalizado da Alienware, ele roda uma versão completa do Windows 10, para que você tenha acesso a praticamente qualquer loja de jogos de PC moderna, como Steam ou GOG; todos os serviços de streaming, como o Project xCloud; e décadas de jogos para PC mais antigos ou mesmo ROMs de emuladores e consoles.

E embora o Concept UFO esteja longe de estar pronto – ele não tem um preço ou data de lançamento esperados – o console portátil da Alienware para PC não teve problemas para reproduzir títulos AAA modernos como Mortal Kombat 11. Além disso, ao lado de seus controladores destacáveis ​​e estação de acoplamento Alienware feita para a CES, a Alienware disse que também está trabalhando em algum tipo de dock para teclado que permitiria que o UFO se transformasse em um laptop tradicional também. Isso significaria que, independentemente de você preferir um gamepad ou um mouse e teclado para certos jogos, o UFO atenderia às suas vontades.

Para mim, a ideia por trás do Concept UFO é tentadora, porque se a Alienware conseguir fazer isso da maneira certa, essa seria a máquina de jogar tudo-em-um perfeita – especialmente agora que Microsoft, Sony e até o Google estão entrando no streaming de jogos. Há uma boa chance de o UFO ter acesso a jogos modernos exclusivos de console também.

Concept Duet

Por outro lado, quando se trata de execução, o Project Duet e o Project Ori da Dell são duas receitas para criar a mesma refeição: uma grande e robusta, e a outra um pouco menor. O Duet é o mais direto do par, oferecendo telas idênticas de 15 polegadas na parte superior e inferior, estando a tela inferior localizada onde o teclado e o touchpad de um laptop tradicional estariam.

Imagem: Sam Rutherford/Gizmodo

Para os editores de vídeo, ter dois monitores na tela seria um sonho, permitindo que você mantenha sua linha do tempo e vários recursos na parte inferior, enquanto ainda obtém uma visualização completa de suas imagens no topo. E graças a um teclado Bluetooth destacável magnético, você ainda terá acesso a todos os seus atalhos padrão ou apenas algumas boas teclas físicas para ​​quando precisar enviar um e-mail.

Mas o que mais me empolga no Project Duet são todas as situações em que ainda não pensamos, simplesmente porque estamos tão presos ao paradigma típico de uma tela com teclado. Ao virar o Duet de lado, de repente você tem um livro gigante com páginas muito mais expressivas do que o papel poderia ser. Ou você pode dobrar a coisa no modo de “tenda” para alguns jogos multiplayer de tela dupla. As possibilidades são infinitas (ou pelo menos o dobro de um laptop normal).

Concept Ori

Enquanto isso, o Concept Ori – que é abreviação de origami – pega o que há de melhor na tela OLED flexível do Galaxy Fold e a super dimensiona, oferecendo uma tela que pode se desdobrar totalmente quando você precisar, ou ser dobrada ao meio para usar como um notebook comum.

Agora, admito que o Ori é um pouco grosso e parece muito menos estável que o Project Duet, que é rígido e conta com corpo de alumínio. Mas, novamente, esses são conceitos, então não vale a pena se preocupar com algumas questões. E mesmo com algumas arestas, todos os três são funcionais e aspiracionais ao mesmo tempo.

Embora a tela OLED flexível do Concept Ori exibisse alguma mudança de cor de um lado para o outro, ela não tinha um vinco no meio, como o Galaxy Fold. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Mas para mim, talvez a maior provocação seja que, porque a Dell raramente exibe seus dispositivos conceituais – particularmente não na CES -, essas máquinas não são simplesmente alguns modelos únicos que desaparecerão em uma semana para nunca mais serem vistos novamente.

Portanto, embora a Dell não forneça especificações concretas ou mesmo uma possível linha do tempo para seu lançamento, ela claramente se esforçou para chegar tão longe, e mal posso esperar até que eles se tornem algo que poderemos levar para casa.