Até que enfim uma notícia boa.

O Wall Street Journal falou com vários usuários do Gmail que estão um pouco assustados com o recurso Smart Reply (respostas inteligentes), que escaneia seu e-mail para entender o contexto e sugerir potenciais respostas. Além de piadas de interações esquisitas, a matéria fala que o recurso poderá ser desativado no desktop.

Google quer levar respostas inteligentes para o seu serviço de mensagem favorito
O Gmail vai escrever seus emails por você

Uma boa resposta inteligente seria “Parabéns!” em resposta a um colega que diz que acabou de ser promovido no trabalho, enquanto uma má resposta poderia ser algo como “muito obrigado”, quando seu chefe envia uma mensagem para dizer que está a caminho.

O Gmail liberou recentemente por padrão a opção Smart Reply para 1,4 bilhão de contas ativas da companhia — o Google diz que cerca de 10% das respostas do Gmail já são geradas pela funcionalidade. Mas mesmo se você pensar que as respostas inteligentes são “Legais!” e “Incríveis!”, as empresas de tecnologia deveriam dar aos usuários controle sobre as configurações que elas oferecem.

Pessoalmente, eu não saberia dizer se já usei uma resposta inteligente ou se chego a gostar da funcionalidade. Parece ser uma boa ideia, mesmo que isso seja um lembrete de que o Google analisa minhas mensagens pessoais. Mas, no smartphone, as respostas ficam ao alcance de um toque, esperando para serem acidentalmente selecionadas. Não percebi até esta manhã que você poderia desativar o recurso na versão móvel indo em Configurações: selecionando a conta e desativando a opção “Resposta Inteligente”. Infelizmente, você terá de esperar para desativar na versão para desktop. Perguntamos ao Google sobre uma data exata, mas eles não nos responderam.

Até o fim do mês, o Google vai liberar o Smart Compose (algo como Composição inteligente) para todos os usuários por padrão. Isso basicamente vai completar automaticamente mensagens baseado no contexto — a ideia aqui é que a inteligência artificial seja usada para ir “completando” as expressões que você esteja escrevendo.

Várias interações por e-mail exigem uma resposta robótica, então não me preocupo em usar algumas imagens padronizadas. Por ora, estou desativando do meu smartphone, mas eu encorajo todos vocês a continuarem a usar, pois a ferramenta pode melhorar, e aí eu posso voltar e usufruir de um produto melhor.

[Wall Street Journal via The Verge]

Imagem do topo: Google