Um post bastante útil no blog do Android oferece dicas de design para desenvolvedores criarem novos ícones para seus apps, e encoraja o uso de sombras, texturas e microdetalhes. Estamos vendo o Android crescer e ganhar a sua própria identidade visual – e bem diferente do guia do Google.

A lista é uma cortesia de Roman Nurik, da área de relações com desenvolvedores do Android, que explica que “com o ganho de popularidade das telas mais densas em smartphones e tablets, é importante ter certeza que seu ícone é nítido e de alta qualidade.” As dicas de Nurik incluem:

  • Ícones devem ser tridimensionais, com uma ligeira perspectiva quando visto de cima, de modo que usuários percebam alguma profundidade.
  • Designers devem evitar ícones simples com quadrados e círculos e optar por formas únicas
  • Ícones devem ser simples no nível macro mas detalhados em nível micro (inclua efeitos de borda sutis, gradientes e texturas).
  • Evite imitar elementos visuais e estilos de outras plataformas.

Em contraste com o guia da Apple que vimos durante a WWDC, parece que o do Android encoraja designers a usarem sombras e reflexos brilhantes. O que é o exato oposto da nova diretiva de projeto do Google.

Mês passado, o diretor de arte do Google, Christopher Bettig, publicou as regras da empresa que detalhavam como o design deveria seguir. E ele é bem diferente das diretivas de hoje do Android. O Google diz que os ícones de UI devem ser formas geométricas livres de sombra desnecessária e detalhes.

original (9) original

O que definitivamente entra em conflito com as dicas do Android, que encorajam efeitos de borda, gradientes e texturas:

original

Não é uma coisa ruim. Na verdade, é interessante ver o Google e o Android caminharem em lados opostos em relação a design. O Google começou com uma reputação muito ruim em relação a design gráfico. A história mais famosa é que a empresa fez dezenas de rodadas de testes para determinar qual dos 41 tons de azul era o mais apropriado para sua interface de usuário.

Mas nos últimos dois anos o Google passou um tempo considerável tentando atingir uma direção consistente de design em todo o seu ecossistema de produtos. Essa inconsistência entre Android e Google nao significa que eles estão falhando – só que existem ideias diferentes sobre o que faz uma peça sólida de design.