Nesta segunda-feira (14), um eclipse solar parcial poderá ser observado do Brasil, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. O evento começa às 11h33 e termina às 15h53.

Um eclipse solar acontece quando a Terra, a Lua e o Sol se alinham de forma que a luz não chegue até nós do planeta.

No Brasil, o Sol será encoberto parcialmente: cerca de 60% para quem observa do Rio Grande do Sul, 40% no Paraná e 30% em São Paulo e no Rio de Janeiro.Você pode ver com detalhes o horário exato e a cobertura do Sol no mapa feito pelo site timeanddate.com.

Captura de tela: timeanddate.com

Argentina e Chile deram sorte: em algumas regiões, como no norte da Patagônia, em Araucanía, Los Ríos e Biobío, eles poderão ver um eclipse total. Outros países da América do Sul, como Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai também observarão um eclipse parcial.

Trajetória do eclipse. Imagem: NASA

Você deve saber, mas não custa nada repetir: não se deve olhar diretamente para o Sol nem mesmo durante um eclipse, pois isso pode causar danos aos olhos. Faça isso apenas com o uso de óculos ou visores adequados, que bloqueiem mais de 99,999% da radiação — óculos de sol também não são recomendados. Câmeras e telescópios precisam de filtros especiais para registrar o momento.

Se você não tem um equipamento adequado, não se preocupe. A NASA fará uma transmissão ao vivo do evento pelo seu site a partir das 11h40 (horário de Brasília) neste link e no YouTube.

O canal de YouTube do timeanddate.com também vai transmitir o eclipse.

Os próximos eclipses solares total acontecerão em dezembro de 2021 (visível da Antártida), abril de 2023 (Indonésia e Austrália), abril de 2024 (EUA e Canadá), agosto de 2026 (sul da Europa e Groenlândia) e agosto de 2027 (Norte da África e Oriente Médio). No Brasil, só poderemos ver um eclipse solar total em 2045.

[BBC]