Tecnologia

Elon Musk muda regras e X/Twitter passa a permitir conteúdo pornô

X/Twitter começa a liberar oficialmente a publicação de pornô rotulado como "conteúdo adulto" - inclusive, o feito por IA
Imagem: Unsplash/Reprodução

Uma nova alteração no X/Twitter de Elon Musk surpreendeu os usuários nesta segunda-feira (3). A rede social atualizou suas diretrizes e irá permitir oficialmente o compartilhamento de “pornô, nudez ou comportamento sexual consensual produzido e distribuído”.

whatsapp invite banner

iPhone 15 com R$850 OFF
Apple iPhone 15 (128 GB) — Verde
R$ 5.699

No entanto, o usuário deve rotular o conteúdo e não compartilhar em um local proeminente, como foto de perfil ou banner, por exemplo. As regras valem para todos os conteúdos do gênero, tanto os fotográficos quanto os de animação ou gerados por inteligência artificial.

O porno era proibido no X/Twitter?

Muitos usuários ficaram surpresos, pois pensavam que o conteúdo adulto já era permitido na plataforma. Isso porque a rede social já conta com diversos perfis de criadores desse tipo de mídia – inclusive assinantes do X Premium (ex-Twitter Blue). Contudo, na prática, o X não proibia a pornografia. Porém, a plataforma filtrava esse tipo de conteúdo automaticamente.

O que aconteceu, na verdade, foi apenas uma mudança nas regras. Dessa forma, a plataforma vai começar a exigir que usuários que “postam regularmente” conteúdo NSFW (Não Seguro Para o Trabalho, na sigla em inglês) ajustem suas configurações para marcar as imagens e vídeos como conteúdo sensível.

Usuários com menos de 18 anos ou sem data de nascimento na conta não poderão visualizar os materiais rotulados. As novas regras também proíbem postagens que promovam “exploração, não consentimento, objetificação, sexualização ou danos a menores, e comportamentos obscenos”.

iPhone 15 com R$850 OFF
Apple iPhone 15 (128 GB) — Verde
R$ 5.699

Em março, o X já havia anunciado que pretendia permitir que comunidades NSFW aplicassem um rótulo de “Conteúdo Adulto” em suas publicações. Além disso, na época, a plataforma também disse que começaria a ocultar as curtidas dos perfis.

Por fim, a rede social também atualizou suas políticas sobre conteúdo violento a fim de “permitir uma abordagem mais holística ao combate à violência em todas as formas”, de acordo com uma publicação no perfil @Safety (segurança, em tradução livre).

O Giz Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.
Isabela Oliveira

Isabela Oliveira

Jornalista formada pela Unesp. Com passagem pelo site de turismo Mundo Viajar, já escreveu sobre cultura, celebridades, meio ambiente e de tudo um pouco. É entusiasta de moda, música e temas relacionados à mulher.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas