Pela primeira vez, o Google revelou que seus data centers gastaram 260 milhões de watts para fazer buscas no Google, carregar vídeos no YouTube, abrir o Gmail, carregar publicidades e por aí vai. Isso é quase metade do poder de uma usina nuclear. É o equivalente a 200 mil casas americanas.

Basicamente, trata-se de uma quantidade gigantesca de energia. Isso se traduz em 1,4 milhões de toneladas métricas de CO2, ou o equivalente ao emitido por 70 mil americanos. Para o Google, os números não são tão assustadores porque, segundo eles, o mundo está economizando energia ao usar os serviços do Google (em vez de, por exemplo, pegar um ônibus e ir até a biblioteca fazer uma pesquisa). O consumo médio de energia de um usuário do Google é similar ao uso de uma lâmpada de 60 watts por três horas. [Google via NY Times]