Eis uma reportagem que deve chamar a atenção de alguns funcionários da Motorola. De acordo com o Wall Street Journal, os funcionários do Google têm melhor alimentação no trabalho, ganham mais dinheiro e são mais inteligentes que os colegas da Motorola.

A reportagem diz que um engenheiro de software do Google ganha, em média, US$35.000 a mais por ano que um engenheiro da Motorola, e segundo um ex-executivo do Android, os engenheiros do Google têm um QI vinte pontos maior. Os funcionários do Google em geral dirigem um Toyota Prius (híbrido que usa gasolina e energia elétrica), vestem camisetas no trabalho e comem almoço e jantar de graça preparados por chefs de cozinha. Os funcionários da Motorola nos EUA dirigem minivans, vestem polos e pagam pelo que comem no refeitório, e restaurantes estão a mais de um quilômetro de distância.

Quando questionada sobre as diferenças entre as duas empresas, uma porta-voz do Google disse: “esta história está procurando um problema que não existe. Como já dissemos repetidas vezes, nós planejamos comandar a Motorola como uma entidade separada”. O CEO da Motorola, Sanjay Jha, acredita que as duas culturas vão se misturar “muito bem”. [Wall Street Journal]