A temporada de premiações já se iniciou, e pela segunda vez vem sendo impactada por conta do aumento de casos de COVID-19, fazendo com que diversos eventos sejam adiados ou cancelados. É o caso do Grammy Awards, Critics Choice Awards, entre muitos outros. Porém uma única premiação ainda mantém sua data original: o Oscar. 

As indicações ao Oscar serão anunciadas em 8 de fevereiro. Já a premiação está marcada para 27 de março, a 94ª edição dos prêmios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas retornará ao tradicional Dolby Theatre em Hollywood, na Califórnia.

O Oscar foi entregue por celebridades, mas não teve apresentador em 2019, 2020 e 2021. As taxas de audiência da transmissão caíram nos últimos anos, chegando ao menor nível, 10,4 milhões de pessoas nos Estados Unidos em 2021. A audiência de outras premiações também sofreu queda.  A cerimônia nada tradicional realizada em abril do ano passado, que incluiu parte da premiação sem anfitriões em uma popular estação de trem de Los Angeles devido à pandemia de coronavírus, foi vista por 10 milhões de pessoas, 56% a menos que em 2020, ano em que o evento teve a menor audiência de sua história.

Por isso, The Academy sugeriu em seu Twitter que o público deveria escolher um apresentador para a premiação. “Hipoteticamente, se perguntássemos quem você gostaria de apresentar o Oscar, e isso é estritamente hipotético, quem hipoteticamente seria?”, escreveu.

Confira: https://twitter.com/TheAcademy/status/1481433145492733953?s=20

Desde que a notícia foi divulgada, que a premiação teria um apresentador, surgiram especulações sobre quem poderia ser e quem deveria ser. Entre os nomes, está a estrela de “Homem Aranha 3”, Tom Holland. Fãs do ator britânico sugeriram que ele deveria apresentar o Oscar deste ano após o sucesso estrondoso de seu filme “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa”, possivelmente com sua parceira Zendaya. 

De acordo com a emissora ABC e o The Hollywood Reporter, a Academia já entrou em contato com o ator britânico, depois que ele mesmo expressou interesse na oportunidade durante uma entrevista concedida ao próprio THR.

Outra ideia que surgiu, além de Holland como anfitrião, mas também Andrew Garfield e Tobey Maguire – seus companheiros de “Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa”, legal né?  Andrew Garfield ainda demonstrou total apoio a Tom Holland como apresentador na nova edição do Oscar. “Eu acho Tom tão carismático, um performer e um ator incrível, que acho que ele seria um ótimo apresentador do Oscar”, comentou Garfield. “Eu acho que seria absolutamente brilhante”, finalizou o ator em uma entrevista à revista People.

Outro nome cotado é o comediante Pete Davidson, que surge como candidato ao posto, ao menos de acordo com o Page Six. Segundo o site, o nome de Davidson ganhou força graças ao sucesso de audiência do especial de Ano Novo que ele apresentou ao lado de Miley Cyrus na NBC, que somou 6.3 milhões de espectadores. Fontes consultadas pela publicação dizem que a equipe do comediante do Saturday Night Live e atual affair da empresária Kim Kardashian está se comunicando com produtores do evento.

Ainda segundo o Page Six, o Oscar está buscando um “recomeço”, para atrair o público mais jovem. E não para por ai! O Presidente do grupo ABC Entertainment e Hulu Originals, o executivo Craig Erwich, revelou que já existem conversas para que a cerimônia seja apresentada por Steve Martin, Selena Gomez e Martin Short, trio de protagonistas da série “Only Murders In The Building”, exibido no Brasil pelo Star+. Sobre essa possibilidade, Craig compara a dinâmica dos atores na série com uma possível apresentação de um dos eventos mais importantes da indústria cinematográfica, e explicou a Variety: “Quero dizer, eles são um trio icônico. Obviamente sabemos disso porque é nossa comédia mais assistida de todos os tempos. Eles têm público. Todo mundo adora. Eles seriam um sonho. Dito isso, há um monte de talento incrível que estamos considerando. Estamos tendo conversas contínuas com Will e a Academia sobre isso.”

O último apresentador foi Jimmy Kimmel em 2018. O apresentador de TV norte-americano, Jimmy Kimmel foi o último apresentador da cerimônia em 2017 e 2018. Já no ano seguinte, em que foi instalado o formato sem apresentadores fixos, o Oscar registrou um aumento de audiência, atingindo 29.56 milhões de pessoas. Por outro lado, o índice caiu com a repetição do esquema, em 2020 (23.64 milhões), e desabaram em 2021 (10.4 milhões).

Antes de Kimmel, personalidades famosas como Chris Rock, Neil Patrick Harris, Ellen DeGeneres e Whoopi Goldberg já tiveram o papel de comandar a grande premiação.