Em Hollywood, Tom Cruise sempre parece ser o homem do momento! Com mais de 30 anos de carreira, o ator de 59 anos coleciona filmes incríveis no currículo e segue esbanjando um vigor físico invejável. Não é por acaso que o astro que dispensa dublês nas cenas de ação, está com a agenda lotada de lançamentos.

Top Gun: Maverick” chega nesta quinta-feira (26) aos cinemas de todo o Brasil. O filme é uma continuação de “Top Gun: Ases Indomáveis” (1986), e traz Cruise treinando recrutas para uma missão da qual nenhum piloto jamais participou.  

Ele será destaque em breve em outro longa! A bola da vez é “Missão: Impossível – Acerto de Contas Parte 1”, sétimo filme da franquia de ação estrelada por Cruise que chega em 14 de julho de 2023. O longa foi produzido no mesmo período do oitavo filme, e deve marcar a despedida de Tom na pele de Ethan Hunt. A parte 2 chega às telonas em 28 de junho de 2024.

Enquanto não chegam as novas atrações, vamos para um “esquenta” de respeito: separamos os cinco melhores filmes com Tom Cruise –especialmente para os fãs de uma boa ação. Confira:

5 – Missão Impossível (1996)

Um dos melhores filmes de ação do cinema mundial, dono de uma franquia que rendeu outras continuações (e a 3ª que fez o Cruise vir ao Brasil). No filme Ethan Hunt (Tom) é um agente secreto que é acusado injustamente de ter sido o pivô da falha de uma missão. Com isso ele terá de provar que foi vítima de uma armação. A musiquinha que dá a trilha para a ação do filme virou um clássico, e já está chegando ao 7º e 8º longa, protagonizado pelo astro. 

4 – Top Gun – Ases Indomáveis (1986)

Apesar de “Rain Man” ter sido a primeira grande atuação de Tom Cruise, “Ases Indomáveis” é indiscutivelmente um marco na carreira do ator, por isso é impossível não citá-la. No filme ele interpreta Pete “Maverick” Mitchell, um jovem piloto de caça da Marinha dos Estados Unidos que é selecionado para participar do curso Top Gun na Navy Fighter Weapons School, após seu companheiro abandonar a aviação de caça. Lá se envolve com Charlotte Blackwood, sua instrutora de astrofísica (“Take My Breath Away”, do Berlin, trilha do casal, é uma das música românticas mais conhecidas da história do cinema), e tem uma rixa com seu concorrente rival Tom “Iceman” Kazensky. Não é à toa que agora, 36 anos depois, o longa está ganhando uma sequência intitulada de “Top Gun: Maverick”. 

3 – Entrevista Com O Vampiro (1994

Neste filme Tom é Lestat um vampiro sanguinário e violento que atravessa décadas mordendo e matando pessoas até se envolver com Louis (Brad Pitt) e na sequência com Claudia (Kirsten Dunst). Louis, um “vampiro de bom coração”, se volta contra Lestat travando uma grande batalha. 

Baseado no livro de Anne Rice. Tanto no livro como no filme, Louis (Pitt) conta sua trajetória de criatura das trevas para um jovem repórter (Christian Slater). “Sou de carne e osso, mas não sou humano. Não sou humano há 200 anos”. A relação do sentimental Louis com o predador e impiedoso Lestat (Cruise) está no centro dessa sensual história de terror.

2 – Jerry Maguire: A Grande Virada (1996)

Jerry Maguire (Tom Cruise) é um executivo de sucesso numa grande agência que cuida da carreira de esportistas. Mas um dia a consciência pesa, pois o tratamento que dão aos clientes nem sempre é humano. Jerry escreve e distribui na empresa um manifesto idealista sobre se importar com os clientes e colocar as pessoas acima do dinheiro. Uma semana depois, é despedido. Agora, abandonado por quase todos em quem confiava, ele precisa recomeçar do zero e só conta com dois aliados: o jogador de futebol americano Rod Tidwell (Cuba Gooding Jr.), que passa por uma má fase na carreira, e Dorothy Boyd (Renée Zellweger), uma jovem executiva que, mesmo sendo mãe solteira, arrisca seu futuro fascinada pela ideologia de Maguire.

1 – Nascido em 4 de julho (1989)

Indiscutivelmente o grande momento de Tom Cruise no cinema enquanto ator dramático! No filme ele é Ron Kovic, um soldado que é ferido na guerra do Vietnã e fica paraplégico. Enquanto se encontra no hospital, ele começa a questionar a posição do seu país na guerra e se torna um ativista político, lutando contra a guerra e pelos direitos dos deficientes físicos. Um filme inspirador em que nosso galã se saiu esplendidamente bem. Lhe rendeu uma indicação de melhor ator ao Oscar (injustamente não ganhou) e seu primeiro prêmio como melhor ator de drama no Globo de Ouro.