Ter um objeto inanimado abrindo um buraco no seu teto após rasgar o céu é sem dúvida uma coisa surreal. Mas se fosse pelo menos um meteoro ou um míssil, você entenderia o motivo. Mas uma lente da Canon? Como é que é?

Debbie Payne, da Califórnia, estava numa boa em casa quando todas as paredes tremeram, conta o jornal San Jose Mercury News. Quando ela foi tentar descobrir o que causou o tremor, um assustado vizinho apontou para uma lente Canon 24-105mm de 900 gramas, quase totalmente destruída, largada no chão. O acessório abriu um buraco no teto de Payne. Mas de onde ela veio?

A investigação da FAA, que administra a aviação nos EUA, chegou a óbvia conclusão de que ela caiu de um avião. Mas isso é tão óbvio assim? Alguém realmente abriu a porta de um avião e tentou tirar uma foto? Como a lente simplesmente caiu? A FAA também está de queixo caído: “esse é um evento incomum — provar que o artefato veio de um avião pode ser difícil”, lamentou um representante.

Então de onde mais essa lente pode ter vindo? Não do espaço — ela teria sido vaporizada. Será que ela foi catapultada de uma cidade próxima? Será que um pássaro gigante deixou-a cair? Será que esse é uma nova praga estilizada do Velho Testamento, criada para punir nosso consumismo desenfreado? Sei lá. Só sei que em algum lugar um cara pensou “caramba, acabei de perder uma lente animal”. [Mercury News via PetaPixel]