Esta imagem me faz lembrar de um óvulo, mas ele não está na Terra: ele flutua na imensidão do espaço a cerca de 9.000 anos-luz daqui, na constelação de Cassiopeia. Este é um resquício da supernova Tycho.

A imagem foi capturada pelo Observatório de raios-X Chandra, um telescópio espacial da NASA. Mas se alguém me dissesse que a imagem veio de um microscópio eletrônico, talvez eu acreditasse.

O telescópio atribui as cores vermelha e azul a diferentes comprimentos de onda do raio-X. Visto a olho nu, provavelmente ele não seria tão lindo. Mas ele é, e você pode baixá-lo como papel de parede aqui.

Agora eu só queria vestir um traje espacial e pedir à NASA: me lancem até este resquício de supernova, e eu irei fecundar o cosmos. [NASA Goddard]