Sabe aquela teoria dos seis graus de separação, segundo a qual precisamos de no máximo seis laços de amizade – o amigo do seu amigo do seu amigo… – para conhecer qualquer pessoa do mundo? Então, o Facebook diz que quase todos estamos conectados por caminhos de cinco, ou até mesmo quatro graus.

Sim, a nova “lei” vale apenas para encontrar quem está no Facebook, não toda a população do planeta, mas os 721 milhões de usuários ativos do Facebook – o número mais exato que temos até então – cobrem 10% da espécie. Então não é muito absurdo extrapolar. E os dados são bem interessantes:

Enquanto 99,6% de todos os pares de usuários estão conectados por caminhos de cinco graus (seis saltos), 92% estão conectados por apenas quatro graus (5 saltos). E à medida que o Facebook vem crescendo ao longo dos anos, representando uma fração cada vez maior da população global, ele se tornou cada vez mais conectado. A distância média em 2008 era de 5,28 saltos, e agora é de 4,74.

Ou seja, mesmo considerando o mais distante usuário do Facebook na tundra siberiana ou numa ilha longínqua, um amigo do seu amigo provavelmente conhece um amigo de um amigo dele.

Então o mundo está ficando cada vez mais próximo, à medida que as pessoas se tornam amigas das outras na internet. E quando se trata apenas de um mesmo país, onde estão em média 84% das amizades de cada pessoa, os relacionamentos são ainda mais próximos: “O mundo fica ainda menor, e a maioria dos pares de pessoas estão separadas por apenas 3 graus (4 saltos).”

Então o mundo está ficando menor, ou nossas definições de relacionamentos estão ficando maiores e se diluindo? Pode ser ambos, mas acho que a segunda opção pesa mais – ou você realmente conhece todo mundo que está no seu Facebook? [Facebook via PC World]

Imagem por Laurens van Lieshout/Wikimedia