E aí, kernel do Linux! Você completou 15 anos! E você sabe o que isso significa – rememorar bons momentos, recompilar, reunir todos os seus amigos que usam o terminal e amam reformas de direitos autorais e fazer uma festa animal!

Pois vamos relatar os momentos importantes da sua vida e as realizações que você já coleciona antes mesmo de poder comprar legalmente cigarros e pornografia.

1987: Nasce o Minix, o irmão mais perigoso e hardcore que você sempre idolatrou.

1991: Linus Torvalds, puto por não conseguir acessar à vontade os servidores Unix de sua universidade, escreve o código que se tornaria o seu DNA. O que, suponho, é melhor do que seus pais ficando bêbados e concebendo-o em uma suíte de lua-de-mel em Las Vegas.

13 de março de 1994: A julgar por este arquivo de registro, sua versão 1.0 é lançada nesse dia, há 15 anos.

1996: Você tem dois anos de idade e já ganha um logo. O pinguim Tux é criado.

1998:
Richard Stallman, que é tipo o seu padrasto, faz a barba. Ela cresce inteira de volta no dia seguinte.

Novembro de 2000: O primeiro telefone celular com Linux é anunciado. O IMT-2000 foi desenvolvido por três organizações coreanas: SK Telecom, Universidade Nacional de Seul e PalmPalm Technology.

2003: A IBM lança aqueles anúncios assustadores comparando o Linux a um garoto (autista?) meio esponja que suga todo o conhecimento do mundo.

2004: O primeiro lançamento do Ubuntu. Você está ficando meio mainstream!

???: O Linux finalmente rodará na minha torradeira.

Tem sido uma vida ótima, e muitos anos mais nerd estão por vir.

OK, acabei de escrever um cartão de aniversário para um sistema operacional. Acho que preciso dar um tiro de espingarda em uma cerveja para compensar os 1.020 pontos geek que acumulei agora. Atirar por atirar, não em honra a algum aniversário ou coisa do tipo.