No ano passado, o Google lançou o Files Go, um app leve que ajuda a apagar arquivos desnecessários de smartphones Android. Trinta milhões de usuários depois, a empresa resolveu rebatizar o app para Files do Google.

Android Go: smartphones com versão leve do sistema começam a chegar em junho no Brasil
Dez anos do primeiro smartphone Android: parabéns, robôzinho!

A mudança tem relação com a mudança demográfica do app. A solução foi concebida como um dos aplicativos da família Go, que compreende opções de programas leves para smartphones simples em países em desenvolvimento como Índia, Nigéria e Brasil. São exemplos dessa linha o YouTube Go (que permite baixar vídeos da plataforma de vídeo) e o Gmail Go (uma versão mais leve do gerenciador de e-mail).

O argumento do Google é que o antigo Files Go passou a ser utilizado por pessoas que não necessariamente tinham um dispositivo simples. Não que fosse proibido usar em smartphones mais sofisticados, mas, no caso, é mais uma adequação, pois uma gama maior de pessoas passou a utilizar.

Sobre a mudança, Koji Pereira, líder de experiência de usuário do Google, escreveu em um blog post:

“Nós notamos que as pessoas ao redor do mundo estão utilizando o app não importa que tipo de celular elas têm ou quão rápida é a conexão à internet delas. Frequentemente descobrimos que produtos pensados para o próximo bilhão de usuários acabam funcionando bem para todo mundo — incluindo pessoas com conexões 4G e com vários aparelhos topo de linha que querem organizar seus arquivos e limpar espaço de armazenamento”

Fora isso, o app passou também por um leve redesign. Basicamente, ele passa a abrir já na página de gerenciamento de arquivos — anteriormente, ele abria na página de sugestão para limpeza de arquivos. Nada demais.

A última vez que usei o Files foi com durante o teste do Motorola One — o app, inclusive, já vinha embarcado no aparelho. E, olha, eu mal tinha instalado os apps e ele já tinha 500 MB para liberar. Fora isso, o Files do Google serve também para enviar arquivos via Bluetooth para Android, apagar todo o lixo de imagens recebidas por WhatsApp e ainda sugerir que você faça backup de imagens no Google Fotos.