O Flash é um remanescente da internet do passado que vem sendo mantido vivo com a ajuda de aparelhos há anos. Ele é cheio de falhas, acaba com a bateria dos notebooks, e, sinceramente, você deveria desativá-lo neste momento. Mas, se não fizer, tudo bem, porque o Firefox vai tirar os aparelhos da tomada em breve.

>>> Sites de pornografia deixam o Flash de lado e migram para vídeo que dispensa plugin
>>> Desative o Flash no seu navegador. É para o seu próprio bem.



Em um novo post detalhando o futuro do Flash no Firefox, o engenheiro da Mozilla Benjamin Smedberg disse que, a partir do mês que vem, o Firefox 48 vai desativar todos os componentes não-essenciais que usam Flash na web automaticamente. Para mostrar que a Mozilla é séria na briga, o Firefox vai também transformar o Flash em um recurso clique-para-ativar em algum momento de 2017. Se você tem um site ou jogo que roda em Flash, a Mozilla tem um conselho: atualize para tecnologias HTML o mais rápido possível.

flash-grafico

Dados do Firefox mostrando queda na taxa de falhas em plugin conforme sites são convertidos para HTML5.

O Google Chrome adotou uma restrição parecida ao Flash no ano passado. Em 2014, o Firefox bloqueou completamente uma versão dele devido a uma falha grave de segurança até a Adobe soltar uma correção.

Flash, foi bom enquanto durou, mas é hora de dizer adeus.

[Mozilla]