Como você viu aqui no Gizmodo Brasil, o Foo Fighters anunciou que fará um tributo ao baterista Taylor Hawkins, que morreu em março deste ano. Agora, foi a vez de soltar a line-up do evento.

A homenagem terá diversos artistas de peso, entre eles a baterista adolescente Nandi Bushell, de 12 anos, que é considerada um fenômeno da internet. 

Nandi viraliziu ao interpretar clássicos do rock na bateria, em vídeos gravados pelo seu pai. A adoslecente é nascida em Durban, África do Sul, e é de descendência zulu. Ela começou a tocar bateria aos 5 anos, após ver o videoclipe de “Hey Jude”, dos Beatles, e ficar fascinada com Ringo Starr. Com o tempo, seus covers no YouTube chamaram a atenção de músicos de bandas como Rush, Foo Fighters e Muse, entre outros. 

O evento de homenagem a Taylor Hawkins será dividido em duas apresentações, em dois locais diferentes: a primeira, em Londres, no dia 3 de setembro (com a participação de Nandi) e a segunda, em Los Angeles no dia 27 do mesmo mês.

Em Londres, a homenagem acontece no Estádio Wembley, e contará com nomes como Liam Gallagher (Oasis), Brian May e Roger Taylor (Queen) e Nile Rodgers. O evento ainda contará com a participação especial dos comediantes Dave Chappelle e Chris Rock. Confira as atrações do primeiro dia: 

Em Los Angeles, os shows acontecem no Kia Forum, arena localizada em Inglewood. Personalidades como Miley Cyrus, Joan Jett e Alanis Morissette estarão presentes. Brian May e Roger Taylor, do Queen, participarão novamente. Veja a line-up completa do segundo dia: 

Os ingressos para o tributo começaram a ser vendidos na última sexta-feira (17). Em ambos os dias, a verba arrecadada com o evento será destinada a instituições de caridade dos Estados Unidos e Reino Unido, escolhidas pela família de Hawkins. 

Taylor Hawkins, baterista da banda Foo Fighters de 50 anos, foi encontrado morto em um quarto de hotel em Bogotá, na Colômbia, no dia 25 de março, durante a turnê da banda pela América do Sul.

Segundo a polícia colombiana, o músico teria consumindo um coquetel de drogas, incluindo maconha, antidepressivos tricíclicos, benzodiazepínicos e opióides. Com dores no peito, Taylor pediu auxílio à recepção do hotel onde estava hospedado em Bogotá, mas foi encontrado já sem vida. De acordo com os peritos forenses, o coração do artista pesava 600 gramas, quase o dobro do normal para um homem de sua idade.