Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, morreu aos 50 anos no último dia 25 de março. O músico foi encontrado sem vida em um hotel em Bogotá, na Colômbia. 

Com isso, o resto da turnê do grupo na América Latina foi encerrado. Entre os shows previstos estava o festival Lollapalooza Brasil, em São Paulo.

“Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua esposa, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil”, disse a banda liderada por Dave Grohl, ex-integrante do Nirvana, em um post nas redes sociais.

Hawkins tocou com o Foo Fighters por mais de duas décadas, juntando-se ao grupo logo depois logo após o álbum “The Color And The Shape”, de 1997.

O baterista nasceu no Texas em 1972 e cresceu em Laguna Beach, Califórnia, onde começou a estudar música de conservatório. Embora sua especialidade fosse bateria, ele também tocava piano e violão.

Antes de ingressar no Foo Fighters, Hawkins tocou bateria para Alanis Morissette. Entre os artistas que inspiraram sua carreira estavam Stewart Copeland, do The Police, e Roger Taylor, do Queen –banda inglesa que ele era fã declarado como vamos perceber abaixo. 

Como forma de homenagem, separamos quatro momentos saudosos do baterista Taylor Hawkins, do Foo Fighters. Confira:

1- Carpool Karaoke

James Corden do The Late Late Show e os Foo Fighters passeiam por Los Angeles, cantando os clássicos da banda antes de entrar em uma loja de música para uma jam de bateria com Dave Grohl e Taylor Hawkins.

2- Somebody To Love – Chile

O último show. Na apresentação noo Lollapalooza Chile, em março, o baterista deixa as baquetas para cantar o clássico “Somebody to Love”, do Queen, e interagir com a plateia. Dave Grohl vai para a bateria e é aclamado por Hawkins. Uma emoção só.

3- Steve Lamacq Show – BBC 6

O baterista do Foo Fighters também bateu um papo na BBC Radio 6 Music com o conceituado apresentador Steve Lamacq. Na entrevista, ele falou sobre os mais de 20 anos na banda. Vale a pena conferir a conversa e as demonstrações sensacionais de Hawkins neste programa especial.

4- Foo Fighters e o filho do Roger Taylor (Queen)

O último destaque da lista fica com outro momento em que Taylor Hawkins assumiu os vocais. Desta vez, a música é um cover de “Under Pressure”, clássico do Queen com David Bowie, performado durante um show em Nova Orleans, nos EUA, em 2017. Mas não foi só isso! A banda convida o baterista Rufus Taylor, filho do Roger Taylor, do Queen, para assumir as baquetas. Inesquecível.