O Fotolog é o antecessor dos inúmeros serviços atuais para compartilhar fotos com seus amigos. Ele era tão popular que até ganhou verbete no dicionário Aurélio! Este mês, ele saiu do ar sem aviso, mas está de volta por tempo limitado.

Os usuários poderão visitar fotolog.com para resgatar suas fotos até 20 de fevereiro, quando ele sairá do ar permanentemente. Só tem um problema: o site não oferece nenhuma ferramenta para exportar as suas fotos. Caso você tenha uma conta por lá, será preciso baixá-las manualmente, uma a uma.

Na verdade, nem é possível recuperar senhas. O Fotolog deveria enviar um e-mail com instruções para resetar a senha, porém isso não funciona há meses – mesmo que você ainda use seu email da época (não é possível trocar de email sem estar logado).

Nem adianta muito fazer login no Fotolog, mesmo: basta ir direto ao seu perfil e baixar as imagens.

fotolog interface

Curiosamente, ainda é possível criar novas contas. O Fotolog parou no tempo, permitindo enviar apenas uma foto por vez, e sugerindo que você compartilhe seus envios no Orkut (morto em 2014).

Eles oferecem uma ferramenta de filtros para compensar. Você pode adquirir mais filtros com a assinatura mensal GoldCam, que também remove os anúncios e permite personalizar seu perfil (!) – ela custa € 3.

fotolog fim

Um aviso em fotolog.com diz o seguinte em espanhol, inglês e francês:

Caros membros, informamos que o Fotolog estará inacessível de forma permanente nas próximas semanas.

O objetivo deste aviso é que você possa recuperar todos os seus dados o mais rápido possível, e antes do dia 20 de fevereiro de 2016.

Esperamos que você possa continuar mantendo seus blogs e compartilhando suas fotos em outras plataformas.

Por favor, faça circular esta informação aos demais membros da comunidade.

Os apps para iOS e Android já foram removidos. Adeus, Fotolog.

Obrigado, Igor!