Os primeiros reviews do iPad Mini já chegaram, e são como esperávamos. Ele é menor, e isso é bom! É tão leve! Só que um preço mais alto sem Retina Display é levemente decepcionante. O iPad Mini vale a pena?

Contra a concorrência

SlashGear

O iPad mini não é um tablet barato em comparação às opções de US$199 com Android, mas ele é melhor de segurar, tem um grande número de apps feitos especificamente para uso em tablet, e cumpre o que promete de forma coesa e intuitiva.

Engadget

Será difícil comparar o iPad Mini com com o Kindle Fire HD, já que este é um tablet vendido a preço de custo e feito para lhe vender conteúdo. O iPad Mini é muito mais. Da mesma forma, o hardware aqui é muito mais agradável que do Nexus 7, e ele oferece acesso à App Store – muito mais amigável a tablets. Mas se isso vale o custo extra, depende inteiramente do tamanho do seu orçamento – e de sua inclinação para o Android.

The Verge

É fácil se acostumar com quão grande e impressionante é a quantidade de apps para o iPad, mas usar o mini me lembrou de como a Apple acertou em cheio nessa parte do ecossistema. Comparado com o Nexus 7 ou o Fire HD… bem, não há comparação. A seleção de apps para iPad é abundante, e usar aplicativos como Paper ou GarageBand, ou aproveitar jogos como os incrivelmente divertidos PunchQuest ou Letterpress, são um motivo enorme para um consumidor gastar os US$129 a mais.

Design

CNET

O que é único sobre o Mini? Sem dúvida, é o design. É bonito, é discreto, e é muito, muito leve. Ela parece ser um dispositivo totalmente novo para a Apple. É leve o suficiente para segurar em uma mão, algo que o iPad nunca foi… Ele é ótimo para usar na cama. Outros tablets de 7 polegadas são maiores e mais pesados em comparação. Este é um novo padrão para o design de tablets pequenos. Isso faz o iPad parecer novo de novo.

The Verge

Embora o iPad mini possua uma tela ligeiramente maior do que outros aparelhos nessa categoria, ele é extremamente fino. Talvez fino demais. O dispositivo pesa apenas 308g, e tem apenas 7,2mm de espessura (perceptivelmente mais fino do que o Nexus 7, ou o Fire HD). Eu realmente tive um pouco de dificuldade ao segurar o dispositivo sem a Smart Cover, porque a traseira é lisa, e o corpo é muito fino. Talvez sejam apenas minhas mãos grandes, mas eu queria um pouco mais para agarrar. Nesse caso, eu prefiro a sensação do Nexus 7.

Tela

Daring Fireball

[É] decepcionante não ter uma tela Retina depois de usar iPad retina nos últimos sete meses. Todos os elogios e as vantagens dos displays retina funcionam em sentido inverso. Eu adoro o tamanho e formato do iPad Mini, mas eu também adoro a tela Retina no meu iPad grande. Meu iPad ideal seria um Mini com tela retina.

Mas a tela do Mini não é terrível… E depois de uma semana usando-o como meu iPad principal, os pixels individualmente perceptíveis não chocavam mais os meus olhos. A resolução não-retina é única maior queixa que tenho contra o iPad Mini…

TIME

Mesmo que essa tela não seja a melhor que exista, ela é OK. Se você já colocou seus olhos no texto ultra-suave renderizado pelo iPad Retina, o texto no iPad Mini vai parecer distorcido em comparação, especialmente se a fonte for menor. Mas a troca que ele representa em relação a outros tablets de 7 polegadas – menos pixels, mais espaço – compensa.

CNET

Então, o que dizer sobre as bordas mais finas? Segurá-lo é algo aparentemente delicado. Eu me preocupava em abrir acidentalmente um app, ou virar uma página por acidente, com minhas mãos grandes encostando a palma na tela. Isso não aconteceu comigo. A Apple inseriu uma tecnologia que rejeita toques no hardware e software do iPad Mini que depende do contexto. Só sei que, quando leio livros no app do Kindle ou iBooks, segurar a borda da tela não era um problema. E quando eu digitava, toda a superfície de borda a borda ficava sensível aos meus toques.

Câmeras

Engadget

O iPad 2 nunca teve HDR nem o modo Panorama… assim como o iPad mini. No entanto, o Mini tem uma câmera melhor do que o iPad 2, com 5 megapixels, lente f/2.4, além de um câmera frontal FaceTime HD de 1.2 megapixel. A câmera traseira parece a mesma usada no iPhone 4 e, como tal, tira imagens de boa qualidade …. Ele também grava vídeo razoavelmente bem, em resolução 1080p, como todos os mais recentes dispositivos da Apple. Mas, de novo, a combinação de um sensor de baixa resolução e a falta de um novo chip de processamento de imagem significa que a estabilização de imagem não é tão boa aqui como no iPhone 5.

Software e ecossistema

TIME

Vamos ver. Eu já mencionei todas as características notáveis do iPad Mini? Sim – exceto pelas 275.000 mais importantes. São os apps do iOS feitos para iPad, e todos são compatíveis com o Mini. É, de longe, a coleção mais abundante e de alto nível para tablets, e o maior motivo para convencer alguém que está pensando em comprar um tablet de 7 polegadas… Mesmo que tanto a Amazon como a Barnes & Noble tenham trabalhado duro para levar os melhores apps às suas respectivas lojas, o Android ainda precisa de mais apps para tablet, que não sejam apenas versões esticadas para celular.

The Verge

A maior mudança no software do iPad mini que você precisa estar ciente é que… tudo é menor. Usando-o, em 99 de 100 vezes isso não foi um problema, mas é preciso se acostumar em certos aspectos. Por exemplo, como o espaço da tela é muito maior do que um iPhone, mas os ícones possuem quase o tamanho que teriam no iPhone, apps com muitos elementos de navegação pode ser um pouco menos intuitivos para se navegar. Além disso, o tamanho do teclado foi alterado – mais notavelmente na vertical – e as teclas não parecem altas o bastante para os meus dedos.

Desempenho

The Verge

O desempenho no iPad Mini foi previsivelmente ágil. Eu não notei qualquer estranheza, engasgo ou lag que fosse relevante, mas alguns apps e jogos mais pesados levavam perceptivelmente mais tempo para carregarem, em relação ao iPad de quarta geração (e mesmo de 3° geração).

CNET

Os apps abriam e funcionavam na mesma velocidade do iPad 2: rápido, mas nem tanto. Apps tendem a demorar alguns segundos a mais que no iPad 4, que tem processador A6X mais rápido. Páginas da Web carregavam… alguns segundos depois dos iPads de terceira e quarta geração.

Bateria

Engadget

Em nosso teste padrão de bateria, onde reproduzimos um vídeo em loop com WiFi ligado e brilho fixo, o iPad mini conseguiu espantosas 12 horas e 43 minutos. Isto é a duração de bateria mais longa de qualquer tablet que já testamos… De fato, durante nosso teste a bateria no iPad mini excedeu as nossas expectativas – que já eram altas…

Conclusão

The Verge

O iPad mini é um tablet excelente – mas não é muito barato… E ele aumenta o nível. Não há nenhum tablet nesta faixa de tamanho que seja tão bem construído, que funcione tão perfeitamente, ou que tenha uma seleção de software tão incrível. Seria melhor uma tela com resolução maior? Certamente. Eu escolheria uma tela melhor, deixando de lado todos os apps, o design do hardware, a consistência e fluidez do software, e a confiabilidade da bateria? Absolutamente não. E eu tenho usado (e amado) o Google Nexus 7 há meses – eu não digo isso levianamente.

Engadget

Este não é apenas um tablet da Apple para um orçamento menor. Este não é apenas um iPad encolhido. Este é, de muitas maneiras, o melhor tablet da Apple: um dispositivo incrivelmente fino, extremamente leve, obviamente bem construído, que oferece uma duração fenomenal de bateria. Não, o desempenho não corresponde ao que a Apple oferece em outros tablets, e sim, falta resolução na tela, mas nada mais aqui vai deixar você querendo outro.


Leia os reviews completos aqui: [The Verge, Engadget, CNET, SlashGear, TIME, Daring Fireball]