AirPods perdidos são uma praga na cidade de Nova York. Problema do mundo em desenvolvimento, né?

Os fones de ouvido da Apple não estão apenas causando ansiedade para os proprietários que temem perder o seu caro acessório durante seus trajetos – as peças ergonômicas em forma de bastão de hóquei são uma dor de cabeça para os trabalhadores da Autoridade de Transporte Metropolitano (MTA) da cidade.

De acordo com o Wall Street Journal, o MTA está considerando emitir um anúncio de serviço público que pressionaria os passageiros a evitar colocar e tirar os fones de ouvido ao entrar e sair dos trens.

O supervisor de manutenção do MTA, Steven Dluginski, disse ao WSJ que o número de resgates de AirPod no metrô aumentou nesse último trimestre depois que a Apple lançou a segunda versão do dispositivo em março. Ao meio-dia de uma quinta-feira recente, Dluginski havia recebido seis pedidos para recuperar AirPods – de um total de 18 itens perdidos arquivados naquele dia.

Dluginski disse ao jornal que acha que a umidade e o calor são parcialmente os culpados, pois as mãos e os ouvidos dos passageiros ficam especialmente suados nas plataformas do metrô.

Quando os funcionários tentam recuperar AirPods (que custam US$ 69 por uma substituição), eles costumam usar um bastão de dois metros e meio com uma espécie de “garra” na ponta, que Dluginski chama de “pegador”.

“Eles são pequenos. Eles são difíceis de encontrar”, disse Dluginski ao WSJ, “a única salvação é que eles são brancos”.

Alguns passageiros decidem resolver o problema com suas próprias mãos e constroem coisas improvisadas para substituir o pegador. Esses esforços independentes para resgatar os AirPods podem ser perigosos e potencialmente causar atrasos nos trens.

Em julho, a passageira Ashley Mayer perdeu um de seus AirPods nos trilhos e decidiu salvá-lo usando uma vassoura e fita adesiva. A documentação da sua missão se tornou viral.


Tradução: Está imundo, mas é meu (de novo)!

Mayer tuitou que havia pedido para que os funcionários do MTA resgatassem o fone de ouvido, mas eles disseram que levaria duas horas e que ela teria que permanecer na estação. Presumivelmente, os funcionários do MTA têm assuntos mais importantes para resolver do que salvar AirPods fugitivos.