Acontece sempre que um serviço fica muito popular: criminosos começam a espalhar golpes que acabam atingindo alguns usuários um pouco mais curiosos e inocentes. Desta vez, mensagens no WhatsApp prometem um recurso que avisa quem visitou seu perfil (?) no serviço de mensagens, mas não passa de uma tentativa de arrancar dinheiro das pessoas sem que elas saibam.

Aparentemente, as pessoas em geral têm muita curiosidade em saber quem visitou o perfil delas. Esse recurso existia no extinto Orkut e parece ter um lugar especial na memória dos brasileiros, tanto que golpistas usam isso com alguma frequência para enganar as pessoas. Já fizeram isso no Facebook, e agora estão fazendo também no WhatsApp, segundo a Kaspersky.



É um golpe bem besta considerando que o WhatsApp sequer oferece um perfil para o usuário. Ok, você tem seu nome e uma imagem de avatar, e é isso. Mas o golpe existe e é bom alertar as pessoas disso para que ninguém seja enganado.

O golpe começa com uma mensagem que diz “Quem visitou seu perfil do WhatsApp? Sabe quem xeretou seu perfil?” seguido de um link. Ao tocar no link, o usuário chega a uma página que promete liberar o recurso caso 10 amigos ou três grupos sejam convidados a também ganhar a “novidade”. Se seguir as orientações, o usuário é levado a diversos sites de propaganda que oferecem conteúdo premium para a pessoa exigindo apenas o cadastro do número de celular.

golpe-whatsapp-2

Só que esse conteúdo premium não existe. Ele gera apenas uma cobrança de serviço na fatura do celular, ou debita uma taxa dos créditos pré-pagos, e essa grana vai parar no bolso dos criminosos. Também é possível que a vítima seja levada a instalar apps com malware e acabem com o smartphone infectado.

O uso de engenharia social para tentar levar a vítima a entregar dinheiro para criminosos é bastante comum, e aparentemente é um golpe que costuma dar certo. “Basta fazer uma rápida busca nos sites de reclamações de consumidores para encontrar uma grande quantidade de pessoas reportando que seus créditos do celular foram descontados indevidamente, justamente por terem se cadastrados em serviços como estes”, diz Fabio Assolini, analista de segurança da Kaspersky.

golpe-whatsapp-3

Depois de cair no golpe, a vítima vai ter outra dor de cabeça, que é a de entrar com a operadora para cancelar a assinatura que não foi solicitada.

Portanto, não se engane: o WhatsApp não tem perfil, e, assim, não há como você ficar sabendo que alguém visitou seu perfil. Se conhecer alguém que caiu no golpe (considerando os mais de 100 milhões de brasileiros no serviço, é bem provável que alguém próximo a você seja ou possa ser uma vítima disso), avise logo de cara que, para não ter uma dor de cabeça a mais, é bom ter bastante cuidado com essas ofertas milagrosas que aparecem de vez em quando no WhatsApp.