Enquanto alguns discutem se a última Copa do Mundo foi a Copa da Jabulaaaaani ou a Copa que consagrou o futebol bonito, ninguém duvida de que ela foi a Copa das redes sociais. Acompanhar jogos com o Twitter aberto oferecia milhões de novos comentaristas e piadistas, entre leigos e entendidos. E dois relatórios, vindos do Google e do Twitter, mostram como nós brasileiros gostamos mesmo do maior evento do esporte bretão.

O primeiro relatório, do Twitter, mostra neste belo gráfico (clique aqui para vê-lo maior) como a Copa do Mundo foi discutida na rede, chegando ao ápice na final, que agora é o novo recorde de conversação do Twitter: nos 15 minutos finais do último jogo, mais de 2.000 tweets foram postados por segundo. São quase 2 milhões de tweets em um quarto de hora. Ainda sobre Espanha x Holanda, 172 países mandaram suas mensagens, em 27 línguas diferentes.

Mas isso prova apenas que o mundo gostou muito da Copa do Mundo colaborativa, certo? Para provar que nós somos muito fiéis ao esporte, o relatório do Google é preciso. Medindo a queda de buscas no site durante os jogos em cada país, não é preciso dizer que fomos campeões, deixando a Alemanha e a Holanda, semifinalistas, para trás. Pode vibrar, Galvão, a taça é nossa! 

Esse gráfico ainda traz detalhes curiosos: os sul-coreanos, que assistiam aos jogos às 3h30 da manhã, mostraram que também gostam do esporte e ficaram em quarto lugar. Já seus camaradas norte-coreanos, que praticamente não assistiram à Copa, já que o governo escolhia quais jogos iria exibir, teve um aumento sensível nas buscas durante os jogos, possivelmente buscando informações que a mídia local não fornecia. [Blog do Twitter e Blog do Google]