Após um salto de paraquedas ao vivo seguido de uma corrida de bicicletas dentro do Moscone Center, o Google resolveu falar do Project Glass. As funcionalidades e as expectativas da empresa com os seus óculos pretensamente revolucionários foram mais uma vez ressaltadas, mas agora a coisa ganhou contornos mais firmes, com preço e data de lançamento. Mas calma: por ora é (bem) caro e só para desenvolvedores.

O Google Glass Explorer Edition já está em pré-venda para desenvolvedores baseados nos EUA que estão no Google I/O pelo preço de… US$ 1.500. Mil e quinhentos dólares. Não sei se foi impressão nossa, mas Sergey Brin pareceu um pouco constrangido na hora em que revelou o valor. É caro mesmo, Brin.

Nesta fase, o Google Glass é destinado para desenvolvedores, logo, este não é o preço que o consumidor final pagará pelos óculos quando ele começar a ser vendido no varejo. É para entusiastas, pesquisadores, desenvolvedores, gente que quer entender como a coisa funciona. Ah, e gente paciente também: os óculos comprados agora só começará a ser entregues no ano que vem.