Pessoal, eu tenho ótimas notícias se você é um motorista e más notícias se você é um policial: o Google confirmou que está lançando um novo recurso capaz de identificar radares de trânsito e limites de velocidade em mais de 40 países no Maps, incluindo o Brasil.

A empresa confirmou a notícia ao TechCrunch após relatos internacionais de usuários que perceberam a novidade e  começaram a comentar no Reddit nas últimas semanas.

O Google Maps passou a exibir os alertas para alguns usuários em janeiro e, em março, os alertas de radares começaram a atingir mais pessoas. Agora, parece que a empresa está se comprometendo com os recursos que não estavam disponíveis anteriormente em todos os mercados internacionais do Google. (Como observou o TechCrunch, a falta de comunicação oficial sobre a novidade criou certa confusão em relação a onde ela estava disponível).

Os recursos são ótimos, mas se o aplicativo de navegação do Google, o Waze, indica alguma coisa é que a gigante de tecnologia pode enfrentar algumas aversões judiciais. No início deste ano, a CBS New York obteve uma carta de cessação e desistência enviada pela polícia de Nova York ao Google sobre os alertas do Waze para os pontos de fiscalização, a famosa blitz. Essa carta, que pode ser lida na íntegra aqui, afirma que o compartilhamento de informações sobre os pontos de fiscalização com os usuários do aplicativo “é irresponsável, pois serve apenas para ajudar motoristas embriagados e sem condições de conduzir a evitar essas fiscalizações, e incentivar a direção imprudente”.

Na época, um porta-voz do Google disse ao Gizmodo em um comunicado que a empresa “acredita que informar os motoristas sobre os radares de velocidade permite que eles sejam mais cuidadosos e tomem decisões mais seguras quando estão na estrada”. O Google agora está tornando esses alertas acessíveis para seus usuários no iOS e no Android. De acordo com o TechCrunch, o Google utiliza “fontes oficiais” e relatos dos usuários para enviar alertas.

Os alertas de radares de velocidade fazem parte de um conjunto de outros recursos lançados no Google Maps nos últimos meses. Em outubro, a empresa também introduziu recursos para ajudar os passageiros a planejarem suas viagens com atualizações em tempo real sobre transporte público e trânsito.

Aqui no Brasil, a atualização já está disponível, mas está sendo liberada gradualmente aos usuários.