Há mais de 23 anos, Luo Gong – com apenas cinco anos na época – estava indo para o jardim de infância na região chinesa de Sichuan, quando foi sequestrado e levado para Fujian, a mais de 1.500 km de distância. Mas agora, ele usou o poder da internet para encontrar sua família novamente.

Segundo um portal de notícias de Fujian, Lou não conseguiu encontrar o caminho de volta para casa durante todos esses anos. O único detalhe em sua memória era que ele morava em uma cidade próxima a duas pontes.



Depois de anos de luta para resolver sua situação, Lou se deparou com um site dedicado a reunir crianças desaparecidas com suas famílias. Ele rapidamente postou sua história, que foi flagrada por um voluntário, e logo descobriu que uma família na cidade de Guangan tinha perdido um filho também há 23 anos.

Ele procurou por fotos da cidade, e notou que pareciam familiares. Mas foi com o Google Maps que ele teve certeza:

Para confirmar suas suspeitas, ele usou o modo satélite do Google Maps. No minuto em que ele deu zoom em uma área chamada “Yaojiaba”, perto da cidade de Sichuan, Luo reconheceu as duas pontes.

Agora ele mora com seus pais biológicos, para trabalhar e também cuidar dos seus avós, 23 anos depois de ter sido sequestrado.

Os pais adotivos aparentemente o tratavam bem, mas Luo quis voltar para sua cidade natal. Não está claro se a família adotiva de Lou vai enfrentar acusações sobre o sequestro. [Nhaidu via South China Morning Post via Verge]