A fusão de biologia com eletrônicos não é questão de “se”, e sim “quando”. Alguns biohackers decidiram que a hora é agora. A Alphabet, dona do Google, aparentemente está preparada para nosso futuro cibernético com uma nova patente de um dispositivo eletrônico que pode ser injetado no olho.

A empresa se interessa por tecnologia para o globo ocular há algum tempo, principalmente no desenvolvimento de lentes de contato inteligentes que monitoram diabetes. No entanto, essa tecnologia de agora seria usada para melhorar o foco de luz na retina.



A patente cobre especificamente um método para “injeção de um fluido em uma lente na cápsula do cristalino, quando uma lente natural do olho foi removida da cápsula do cristalino.” Um “intra-ocular” flutua no fluido e se adapta à superfície do olho. Ele é alimentado por uma “energia de frequência de rádio” recebida por uma pequena antena interna. Este pequeno dispositivo para os olhos ainda tem espaço para armazenamento de dados.

Mas injetado no globo ocular? Eca!

google-olho

Patentes são patentes e já vimos algumas bem estranhas que nunca ganharam vida. Ainda assim, é assustador pensar que a injeção de eletrônicos no nossos corpo é um futuro para empresas gigantes e que está começando a ganhar forma – e patentes.

[USPTO via Forbes via CNET]