Quando o Google gastou US$12,5 bilhões para comprar a Motorola Mobility, muitos acharam que era para comprar patentes a fim de proteger o Android de empresas como Apple e Microsoft. Mas de acordo com um especialista em patentes, “o que eles compraram é lixo”.

David Martin, fundador e presidente da empresa de consultoria em patentes M-Cam, diz que gastar US$12,5 bilhões na Motorola Mobility foi “um erro imenso” porque a Motorola havia vendido muitas de suas melhores patentes há anos. As patentes que a Motorola tinha no momento da aquisição dependem da FreeScale, empresa de semicondutores que a Motorola vendeu em 2004, e essas patentes “têm ligação com a Apple”. De acordo com Martin, tudo o que o Google fez foi se tornar mais propenso a acusações de violação de patentes.

O Google comprou 17.000 patentes na aquisição da Motorola (18 delas eram supostamente muito importantes para proteger o Android), mas se eles não fizeram a lição de casa direito como Martin diz, eles podem só ter irritado os parceiros do Google que usam Android (como Samsung e HTC). Só espero que o Google tenha uma compreensão das patentes da Motorola melhor que David Martin. [Bloomberg via WinSuperSite]