No começo desse ano, eu fiquei um pouco irritado quando o Google renomeou o Android Wear para Wear OS. A intenção da companhia era tornar o seu sistema operacional para smartwatches menos específico para uma plataforma, mas fizeram isso sem nenhuma novidade no software ou hardware. Ficou só no nome mesmo.

• Wear OS parece enfim estar em alta com maior interação com o Google Assistente
• O Android Wear agora se chama Wear OS

Mas aí, durante o Google I/O 2018, as coisas começaram a melhorar. A empresa mostrou novas funcionalidades do Google Assistente para o Wear OS – o software ajuda a prever aquilo que você precisa e opera como um assistente de inteligência artificial, igual ao que temos em outros produtos da marca.

Mas era só o começo. Agora, o Google tem outra atualização para o Wear OS, que deve ajudar a amarrar algumas coisas que estavam cada uma jogada em um canto. Parece que o sistema ficará mais acessível e simplificado.


GIF: Google

Na atualização, o Google Assistente do Wear OS tentará utilizar o GPS e outros pedaços de informações relevantes para oferecer dicas úteis, antes mesmo de você pensar em perguntar ao relógio. Ele exibirá um alerta se perceber que há muito trânsito no caminho para o trabalho, ou vai te dizer como está o clima na cidade para a qual você está viajando de avião, por exemplo.


GIF: Google

Eles também melhoraram a integração com o Google Fit – que recebeu uma grande atualização na semana passada – e agora o seu smartwatch será capaz de manter mais informações sobre a sua saúde e exercícios, uma característica que tem ganhado protagonismo entre os smartwaches. E para garantir que você não saia da linha, o Wear OS irá mostrar dicas do Google Fit para te ajudar a manter o seu foco nos objetivos de bem-estar. Ao mesmo tempo, haverá um acesso mais fácil para o registro de exercícios – basta deslizar para o lado esquerdo na tela inicial.


GIF: Google

Parece que toda a interface do Wear OS foi simplificada para reduzir o número de toques extras que é preciso para acessar os aplicativos e funcionalidades mais importantes do relógio. Depois da atualização, você poderá deslizar para cima para ver múltiplas notificações de uma só, deslizar para a esquerda para chegar ao Google Fit, deslizar para a direita para ir até o Google Assistente, deslizar para baixo para ver os atalhos para o Google Pay, Encontre meu celular, entre outros.

Com a integração melhorada com os aplicativos recém-atualizados do Google, o grande anúncio no mercado de smartwatches que a Qualcomm deve fazer no dia 10 de setembro e todos os rumores a respeito de um Pixel Watch, eu ficaria bem surpreso se a companhia não lançasse um produto próprio até o final do semestre.

A atualização do Wear OS deve chegar aos smartwaches em algum momento do mês que vem. A chegada depende da fabricante do seu dispositivo, de qual versão do Wear OS ele está rodando agora e em qual país você o comprou.

Imagem do topo: Google