Se fosse vendido sem seu dock de tablet, você provavelmente daria uma chance ao Padfone Infinity. Ele é bonito e, em nosso rápido teste, pareceu tão potente e fluido quanto qualquer outro Android high-end que vem por aí, como o Optimus G Pro e o HTC One.

O smartphone é rápido. Todo app carregado abriu quase instantaneamente, apesar de que a seleção era limitada – as unidades de demonstração estavam sem acesso à internet. Mas ele era fluido, e não deu nenhuma engasgada mesmo considerando as modificações que a Asus fez no Android 4.1.2. A tela é linda, como você espera devido à resolução Full-HD absurda, mas o que se destaca é o desempenho das cores vibrantes. A tela é tão brilhante e saturada que prende seus olhos, mesmo abaixo de grandes displays luminosos.

Ele também é relativamente leve, e não incomoda ao segurar mesmo com a tela de 5 polegadas. Ele lembra o HTC Droid DNA, também com tela Full-HD. Ele é grande, mas de alguma forma parece menor do que os seus contemporâneos de 5″. O acabamento em alumínio é bom: não é o top do design industrial, mas está acima da curva. É de certa forma uma mistura do iPhone 4 com o Asus Zenbook.

A parte tablet do Padfone não é tão ruim de segurar quanto poderia ser. Não é confortável como um Nexus 10 ou um iPad, mas ainda assim é ótimo para segurar como um tablet. Não tivemos a chance de carregar nenhum conteúdo ou ler algo nele, mas parece que o tablet seria adequado para tanto, apesar de não ser o ideal. A proporção 16:10 é decente para segurá-lo também na vertical, mas o celular na traseira acaba limitando o quanto você consegue usá-lo desta forma.

padfone2

A transição de tablet para smartphone parece ótima. Tem um segundo ou dois de engasgadas, mas nada que preocupe ao mudar de um dispositivo para o outro. É mais rápido que o tempo que demora para carregar uma segunda tela ao conectá-la ao seu laptop, por exemplo. Não percebemos nenhuma lentidão ao mudar do telefone para tablet, mas, novamente, não tivemos acesso a nada que dependa muito do processador ou de gráficos. Mas considerando suas especificações impressionantes, faz sentido que o desempenho seja veloz.

Ele é realmente impressionante. Mas pelo preço absurdo de 1.000 euros, você provavelmente consegue comprar um Nexus 7, ou 10, e o smartphone que quiser. Você perderá alguns dos bons recursos que a Asus fez aqui, e também terá dois dispositivos em vez de um, mas definitivamente vale a pena pensar nisso caso alguém considere comprar um desses.