A HTC meio que sem vergonha nenhuma adotou um design extremamente parecido com os iPhones para seu mais recente smartphone. Segurar um HTC One A9 em uma mão e o iPhone 6 na outra chega a ser engraçado de tão parecidos que eles são. E isso não é necessariamente uma coisa ruim.

Há muito mais no novo smartphone da HTC do que uma pequenas mudanças no design da concorrente. Em um primeiro momento, ele se mostra uma excelente opção para a cada vez maior lista de ótimos smartphones Android.

Vamos falar de design

Um resumo: você pode cobrir o logo da HTC e apresentar para pessoas aleatórias como se o novo A9 fosse algum tipo de protótipo do futuro iPhone 7.

HTC One A9

O posicionamento idêntico das antenas pode ser uma das primeiras semelhanças a ser notada, mas a verdade é que a HTC já usava isso no M7 de 2013, e a Apple só adotou no iPhone 6. Mas o case de alumínio anodizado com bordas suavemente arredondadas não deixa dúvidas: o A9 é quase uma nova versão do iPhone.

HTC One A9

As comparações começam a desaparecer quando você passa a conhecer melhor o HTC One A9. As bordas arredondadas são mais quadradas do que as do iPhone. Outros detalhes, como a entrada de cartão SD, não existem no smartphone da Apple. O leitor de digitais também lembra mais o encontrado em aparelhos Android (é bastante parecido com o do Samsung Galaxy S6).

HTC One A9

No geral, diria que prefiro o design do iPhone 6. Dito isso, não conseguiria dizer a diferença entre os dois aparelhos se eles estivessem no meu bolso. Com uma tela de 5 polegadas, o A9 é um pouco maior. Mas bem pouco.

Além das aparências

Se você ligar o HTC One A9 esperando a mesma velocidade dos smartphones mais potentes do mercado, provavelmente você vai se decepcionar. Equipado com um processador Snapdragon 617 de 1,5 GHz octa-core, o A9 deveria ser até mais rápido do que o processador A8 de 1,4 GHz do iPhone 6. Mas para mim ele pareceu até mais lento em aplicações que exigem muito do processador, como meu amado SimCity Build It. Navegar na web e ler emails é fácil, mas ainda preciso fazer testes mais específicos para ver se a diferença de velocidade realmente importa.

HTC One A9

Outra coisa que percebi logo de cara foi a tela. O display AMOLED Full HD é bastante nítido, e também uma escolha incomum para a HTC que normalmente aposta em telas LCD. O Android 6.0 Marshmallow está muito bonito nessa tela, com ícones se destacando e o texto bastante nítido.

A tela do A9 perde no geral do display do iPhone 6, que tem brilho e contraste melhores. Como não é normal que as pessoas olhem para duas telas ao mesmo tempo, quem tiver um A9 certamente ficará bastante satisfeito com a qualidade do seu display.

Especificações
Sistema operacional: Android 6.0 (Marshmallow) com HTC Sense UI.
CPU: Snapdragon 617, 1.5GHz 64-bit octa-core.
Tela: 5 polegadas 1080p AMOLED.
RAM: 3GB.
Armazenamento: 32GB + 2TB na nuvem.
Câmera: 13 megapixel (traseira) / 4 UltraPixel (frontal).
Bateria: 2,150 mAh.
Cores: Opal Silver e Carbon Grey.
Preço e disponibilidade: US$ 400 (desbloqueado); não há previsão para venda no Brasil.

 

HTC One A9

Tirando esses pequenos detalhes, o A9 é excelente de se usar. A câmera traseira de 13 megapixels tem estabilização ótica de imagem e recursos bacanas como uma ferramenta de edição de timelapses que permite acelerar o vídeo. O HTC BoomSound promete qualidade de som “melhor que de CD” em fones de ouvido, mas para isso sacrifica a configuração com dois alto-falantes frontais. O novo alto-falante externo é ótimo, mas é diferente de outros da HTC que eram excelentes.

A HTC também diz que melhorou a duração da bateria e agora você deve conseguir assistir a 12 horas de vídeo em HD sem precisar recarregar.

HTC One A9

Em relação ao software, a HTC deu uma boa diminuída na Sense UI que agora está mais parecida com o Android puro. O que isso significa exatamente? Menos apps redundantes. Em vez de HTC Music e Google Play Music, apenas um deles. E escolhas de design que estejam mais de acordo com os padrões do Android. Você verá uma mudança drástica no A9? Não exatamente. Widgets, temas e a linguagem de software da HTC continuam no aparelho.

O iPhone com Android?

O HTC é o iPhone dos Androids? Provavelmente não, mas por US$ 400 ele realmente tenta ser. O A9 não é exatamente um iPhone com Android, apesar de chegar bem perto disso no seu visual. Você percebe bem as diferenças principalmente em desempenho ao mudar de um iPhone 6 ou 6s para ele. Mas a HTC certamente vai conseguir atrair alguns usuários que sempre quiseram o design da Apple com a versatilidade do sistema do Google.

HTC One A9

O HTC One A9 não será vendido oficialmente no Brasil – a HTC não lança aparelhos por aqui há alguns anos.

HTC One A9

Fotos por: Michael Hession, exceto a última, por Darren Orf