A sonda japonesa Hayabusa2 fez algumas de suas abordagens mais próximas do asteroide Ryugu até agora, trazendo imagens de tirar o fôlego. Abaixo, você pode ver uma imagem do asteroide a apenas seis quilômetros de distância. Um pixel na imagem tem cerca de 60 centímetros.

O arquivo de imagens da sonda Rosetta está completo e é totalmente gratuito

Eis a imagem completa:

Imagem: JAXA, Universidade de Tokyo, Universidade de Kochi, Universidade de Rikkyo, Universidade de Nagoya, Instituto Chiba de Tecnologia, Universidade de Meiji, Universidade de Aizu, AIST

Em algum momento, a Hayabusa2 tentará coletar amostrar da superfície do asteroide, e isso não é uma tarefa fácil. Os asteroides possuem campos gravitacionais complexos e fracos, assim como superfícies poeirentas e rochosas. Tudo isso faz o pouso tranquilo ser um desafio formidável. Na imagem, você pode ver uma grande cratera em direção ao centro da imagem e muitas pedras grandes.

A Hayabusa2 começou a orbitar o Ryugu a cerca de 20 quilômetros acima de sua superfície, e os cientistas acabaram por transferi-la para sua localização atual na semana passada. Seis quilômetros é uma distância muito, muito pequena. Tentemos visualizar: quando você está em um avião na altitude de cruzeiro, está a cerca de 10,7 quilômetros do solo. Quando fui ao México para filmar este vídeo, a montanha nesta foto estava a cerca de seis quilômetros de distância:

Pico de Orizaba, a montanha mais alta do México. Foto: Ryan F. Mandelbaum

Então, basta substituir a montanha nessa imagem pelo asteroide, e você terá uma ideia do quão perto a Hayabusa2 realmente está do Ryugu:

De qualquer forma, os cientistas por trás da Hayabusa2 ainda estão estudando onde pousá-la de forma a capturar uma amostra do Ryugu que a sonda possa, então, levar de volta para a erra. Mas eles estão sendo cautelosos — provavelmente levará vários meses antes que seja tentado algum pouso.

[via JAXA]