A Heinz, marca norte-americana de ketchup, anunciou nesta segunda-feira (8), que conseguiu colher os primeiros tomates cultivados sob as mesmas condições do solo de Marte.

A colheita é fruto de um projeto de quase três anos feito em parceria com o Instituto Espacial Aldrin, do Instituto de Tecnologia da Flórida (Florida Tech), nos EUA. A ideia foi aproveitar a experiência para produzir um artigo científico detalhando os desafios para a produção de alimentos no planeta Marte. O texto ainda precisa ser revisado por cientistas independentes antes de ser publicado.

Para simular as condições do planeta vermelho, uma estufa sob medida foi construída no terreno do Instituto de Tecnologia da Flórida. Apelidada de “Redhouse” ela imita as condições climáticas e físicas que os seres humanos enfrentariam ao tentar cultivar algum tipo de alimento em Marte.

O primeiro de uma série de vídeos de divulgação da campanha mostrou uma experiência interessante: o lançamento da garrafa do Ketchup Heinz: Marz Edition à estratosfera da Terra. O frasco chegou a alcançar 37 mil metros de altura e temperaturas na casa de -70ºC.

“Além de contribuirmos com uma pesquisa real sobre o cultivo de alimentos em um solo que imita as condições encontradas em Marte, que resultou em um artigo científico submetido à revisão por pares, ressaltamos a importância do tomate Heinz, protagonista do nosso tão amado ketchup”, explicou a gerente de brand building da Kraft Heinz.

Assine a newsletter do Gizmodo

Embora a perspectiva quanto à instalação de uma colônia humana no planeta vermelho esteja a muitas décadas de distância, a Heinz trabalha com 14 cientistas do Aldrin Space Institute para realizar um teste de agricultura fora do planeta. Isso significa que o sonho do primeiro catchup 100% alienígena está vivo como nunca. Já pensou?