Se você alguma vez já desconfiou se deveria realmente confiar nos aplicativos de trânsito, como Google Maps e Waze, agora tem um motivo mais concreto para questionar as informações apresentadas por esses serviços.

Pra começar, os aplicativos coletam dados de GPS de aparelhos móveis para determinar a quantidade e fluxo de veículos em determinado local. Pensando nisso, Simon Weckert, um artista de Berlim, decidiu testar a ferramenta. Ele colocou 99 celulares em um carrinho de mão e saiu puxando-o pelas ruas para verificar como isso afetaria o sistema do Google Maps.

Como é possível observar no vídeo, as ruas pelas quais Weckert passava com os 99 celulares estavam vazias. Porém, o sistema do Google Maps começou a mostrar que elas estavam congestionadas devido à concentração de aparelhos enviando dados de localização. Assim, muitos motoristas provavelmente acabaram buscando rotas alternativas para evitar uma rota que estava totalmente vazia.

[Gizmodo ES]