Foram 17 meses de convívio intenso, feliz e produtivo. Aprendemos muito. Foram mais de 1 200 posts. Milhões de cliques, dezenas de milhões de page views, dezenas de milhares de unique visitors. Foram algumas dúzias de reuniões, centenas de sorrisos, alguns almoços inesquecíveis. Aprendemos demais juntos. Fizemos concursos culturais absolutamente bem sucedidos, criamos uma personagem própria numa série de animação proprietária, geramos uma legião de fãs e seguidores ao redor de uma plataforma de comunicação e relacionamento como há poucas no ambiente digital brasileiro.

Apresentamos um pouco do maravilhoso mundo da HP à blogosfera brasileira. Mas, sobretudo, junto com a turma da Anna, nossa dileta cliente, e com a turma da McCann, agência da HP, criamos o melhor blog do Brasil sobre Arte Digital. Essa era a nossa missão e adoramos cada minuto em que a desempenhamos: geramos uma propriedade editorial para lá de sólida para a HP na convergência entre a Criatividade e a Tecnologia. E nos divertimos demais nesse processo de construção e de aprendizagem.
 
A vida é dinâmica e os briefings também. Então o nosso primeiro brand channel, que nasceu junto com o Gizmodo Brasil, em setembro de 2008, está saindo do ar hoje. A gente tem uma dívida de gratidão muito grande com a HP. Pela confiança e pelo apoio de primeira hora que a empresa e a agência depositaram no projeto do Gizmodo Brasil. Claro que a HP continuará frequentando o planeta Gizmodo. E daqui a pouco engrenaremos outra plataforma bacana de conteúdo destinada a reunir essa grande marca aos geeks mais esclarecidos, exigentes e influentes do Brasil – grupo que já está batendo em 700 000 e que é encabeçado por você que me lê agora.
 
Por ora, vale expressar nosso agradecimento incondicional à HP pelos dias lindos que vivemos juntos. De nossa parte, segue uma listinha de músicas que vamos ficar ouvindo, com lencinho na mão, esperando a volta da HP à casa que ajudou a fundar. Da sua parte, quem sabe você posta aí embaixo um comentário bem legal, dizendo o quanto o HP Spot e suas pautas sobre design, animação, fotografia, ilustração etc vão fazer falta ao Giz? Uma pá de comentários saudosos o suficiente da presença da HP entre nós pode sem dúvida fazer a marca voltar mais cedo ao nosso convívio…