Em um não muito sutil ataque à Apple, a Huawei anunciou que irá apresentar o “verdadeiro” smartphone neural no próximo mês.

A companhia chinesa é a segunda maior marca de smartphones  do mundo, atrás apenas da Apple, e o post no Facebook dá uma sutil alfinetada nas funções do iPhone X que fazem uso de redes neurais, como o reconhecimento de objetos e rostos, os Animoji e apps de realidade aumentada.

O teaser, descrito como “Convenhamos, reconhecimento facial não é para qualquer um”, mostra o rosto de um palhaço com dificuldades de fazer o reconhecimento facial de uma câmera de celular funcionar. Um tanto tosco e a postagem não diz muito, mas ao seu final é mostrado #TheRealAIPhone, ou, o verdadeiro celular com inteligência artificial, e a data 16 de outubro.

No entanto, mês passado, durante a IFA 2017, a Huawei revelou seu mais novo chip: o Kirin 970, cujo processamento é impulsionado por redes neurais, ou Unidade de Processamento Neural (NPU).

Assim como o processador A11 Bionic do iPhone X, é bem provável que próximo celular da Huawai receba o novo chip Kirin 970 e faça uso de redes neurais para algumas tarefas. Os processadores com redes neurais permitem processamento mais rápido, prolongamento da vida útil da bateria e mais segurança para o usuário.

Não é a primeira vez que a Huawei faz uso de inteligência artificial em seus celulares. Como apontou o The Verge, o smartphone topo de linha anterior da companhia, o Mate 9, usava técnicas de aprendizado da máquina para adaptar o sistema operacional do aparelho sos hábitos do usuário, alocando poder de processamento e memória nas tarefas mais usadas.

Que tenha início a batalha dos celulares neurais!

[The Verge]