Uma nova impressora chamada Forust utiliza restos de madeira para imprimir objetos em 3D que são estruturalmente sólidos como madeira entalhada normal. Criada por Andrew Jeffery e uma equipe de pesquisadores da Desktop Metal, a máquina imprime usando serragem fina, que é transformada em objetos sólidos.

“Desde que começamos em 2019, nosso foco tem sido usar serragem para criar produtos de madeira de forma sustentável”, disse Jeffery. “Esse esforço de R&D [sigla em inglês para “Pesquisa e Desenvolvimento”] levou à Desktop Metal lançando hoje nosso processo Forust.”

A impressora funciona de forma semelhante a uma impressora que usa jato de tinta e injeta um agente aglutinante em uma camada de serragem. Como a maioria das impressoras 3D, o objeto se eleva da camada de serragem e, quando concluído, pode ser lixado e acabado como madeira normal.

Foto: Desktop Metal

Jeffrey vê o sistema como uma forma de salvar árvores.

“Dois anos atrás, começamos a estudar como poderíamos imprimir em 3D em um novo material”, disse ele. “Resíduos de madeira foi um dos materiais com os quais começamos desde o início e percebemos que ele poderia ser reaproveitado e reciclado com tecnologia de impressão 3D. A partir daí, nos concentramos em construir o processo usando subprodutos de madeira para criar resultados reais de madeira trabalhada. Formamos a empresa realmente para salvar as florestas”.

Assine a newsletter do Gizmodo

A Desktop Metal tornou-se pública em agosto passado por meio de uma SPAC (sigla em inglês para “Empresa de Aquisição de Fins Especiais”, que tem o objetivo de angariar fundos e que não tem exatamente uma atividade comercial), e o Forust é um produto derivado que incluirá um sistema de design de amostra online para os fabricantes experimentarem a tecnologia.