A Apple divulgou oficialmente que o novo iPhone será anunciado em alguns dias, em 12 de setembro. Mas após tantos rumores e especulações nas últimas semanas, como ele será? Eis tudo o que (achamos que) sabemos sobre o novo iPhone.

Aparência

Acreditamos ter uma boa ideia de como será o novo iPhone: nós vemos partes e componentes há meses, que recentemente foram combinados para formar o aparelho. Talvez até um aparelho já tenha vazado da fábrica.

O novo iPhone deve ter um design monobloco (unibody) com traseira em dois tons, e deve vir em versões branca e preta. E, como é de se esperar, todas as partes internas vazadas cabem perfeitamente dentro do corpo – também vazado – do iPhone.

Quer mais provas que partes vazadas? Que tal a Apple ampliar, em uma escala enorme, seus contratos de longo prazo com fornecedoras de componentes? Com quase certeza, isso significa dispositivos novos e com aparência diferente. Pode ser o iPad Mini, mas o aumento nos gastos é grande o bastante para dois produtos.

Além disso, o iOS 6 se adapta perfeitamente à resolução que a suposta tela de 4 polegadas deve ter – e apenas a essa resolução. Por que a Apple daria suporte à resolução 640×1136 se não tivesse planos de transformá-la em realidade?

Assim será o novo iPhone?

Tela

Em primeiro lugar, a tela provavelmente terá quatro polegadas e proporção 16:9. Nós ouvimos isto mais de uma vez, e o iMore sugere que esta será a configuração que a Apple vai usar.

Em um nível técnico, no entanto, o iPhone provavelmente vai usar a tecnologia de telas IGZO, da Sharp. Telas IGZO são mais finas, por usarem transistores menores, permitindo que mais luz passe por eles. Ou seja, elas usam LEDs menores, e portanto ocupam menos espaço e consomem menos energia.

iOS 6

Todos sabem que o próximo iPhone virá com iOS 6. E já sabemos muito sobre ele, porque foi anunciado em junho na WWDC. Ele terá o sistema próprio de mapas da Apple, assim como algumas funções novas, como o Passbook.

Em geral, a Apple revela vários detalhes do novo iOS na WWDC, mas guarda a dose completa para quando os novos iPhones são lançados. Este ano, se os rumores forem verdade, teremos um iPad Mini – e com iOS 6 – então talvez haja diferenças entre dispositivos. Mas com certeza teremos a versão final de todas as funcionalidades.

Periféricos

Todos os sinais apontam para um conector dock menor no novo iPhone. Assim como a mudança para o MagSafe 2, o possível conector de 19 pinos é necessário. Na verdade, ele é necessário há pelo menos dois anos, quando o iPod Touch chegou ao limite de sua espessura.

Mas são 19 pinos ou 9 pinos, como sugere o iLounge? Um conector muito menor poderia limitar sua funcionalidade, como analisamos aqui.

Quanto aos periféricos existentes, provavelmente haverá conversores para conectores antigos, assim como para o MagSafe.

Além do conector, ainda há um pequeno rumor dizendo que os terríveis fones da Apple podem receber um upgrade. Será?

Bateria e 4G

A duração da bateria também é um fator importante. A tela IGZO consome menos energia, e o espaço livre maior no aparelho – graças à tela mais longa e mais fina – permite que o iPhone tenha uma bateria grande e duradoura. Isso é importante.

Até agora, um dos maiores motivos para a Apple não adotar o LTE era seu impacto na duração da bateria – o 4G iria sugá-la rápido demais. A Apple sempre priorizou duração de bateria em seus aparelhos, e não iria lançar um iPhone LTE cuja bateria durasse menos de um dia.

E seria decepcionante se o novo iPhone não tivesse suporte a 4G LTE – mesmo que ele ainda não seja uma realidade no Brasil. Não só pela necessidade de acompanhar o Android e até Windows Phone, como porque a Apple vem supostamente instalando equipamentos 4G em suas lojas desde ano passado.

Mas se a bateria que surgiu há algum tempo for mesmo do novo iPhone, ela não será muito maior.

NFC

Há alguns rumores de que o novo iPhone terá NFC, mas no momento, eles parecem um pouco improváveis.

Fora de países como o Japão, a demanda por NFC ainda é pequena – ao contrário de velocidades 4G, por exemplo. A Apple provavelmente teria poder o bastante para fazer operadoras adotarem o NFC mais rápido.

Até faz sentido unir o Passbook ao NFC; mas, pela forma como a Apple anunciou seu app de carteira móvel em junho, parece que ficaremos sem NFC no iPhone por algum tempo.

Data de lançamento

A Apple convidou a imprensa para o anúncio oficial do novo iPhone em 12 de setembro.

Mas quando ele chega às lojas? O iMore diz que o novo iPhone será lançado em 21 de setembro nos EUA. A data faz sentido, mas só teremos certeza no evento oficial.

Quanto ao Brasil, ele não deve chegar imediatamente. Mas não deve demorar muito: por exemplo, o iPhone 4S chegou ao Brasil dois meses depois do lançamento nos EUA.

Nome

O convite que a Apple enviou para o anúncio oficial sugere fortemente que ele se chamará iPhone 5. Ele não é o quinto iPhone já lançado pela Apple (é a sexta geração)… mas parece que isso pouco importa. Há também o rumor de que ele seria apenas o “novo iPhone”, assim como o iPad com tela Retina é apenas o “novo iPad”.

Disponibilidade

Claro, nada disso importa se você não puder colocar as mãos no novo iPhone. Talvez ele passe por problemas de disponibilidade: segundo o Wall Street Journal, a Sharp está em dificuldades para produzir em massa as telas do novo iPhone. Aconteceu o mesmo com o novo iPad, mas ele vende menos unidades que o iPhone.

Isto poderia limitar o número de aparelhos disponíveis, e torná-los mais difíceis de encontrar. Se for o caso, o lançamento internacional – como no Brasil – poderia ser adiado. Isso aconteceu com o primeiro iPad.

Talvez

Claro, tudo isto poderia estar errado. Vimos que a Apple trabalha com diversos protótipos, então – apesar de improvável – o design final pode ser completamente diferente do que vimos nos últimos meses. É mais provável, no entanto, que este seja o iPhone que estará disponível em algumas semanas.

Imagem inicial e renderização adicional por Martin Hajek